Vídeo | Veja imagens das obras concluídas no Salgado Filho
Connect with us

Notícias

Vídeo | Veja imagens das obras concluídas no Salgado Filho

Governador Eduardo Leite foi recebido na área ampliada do terminal pela CEO da Fraport Brasil, Andrea Pal

Publicado há

em

Foto: Gustavo Mansur/Palácio Piratini

O governador Eduardo Leite conheceu, na manhã desta segunda-feira (1º), parte do novo terminal do Aeroporto Internacional Salgado Filho, na capital. A Fraport Brasil, empresa responsável pela gestão, entregou as novas áreas de check-in, embarque e desembarque domésticos, que já poderão ser utilizadas e frequentadas pelo público a partir desta terça-feira (2).

As companhias áreas que atuam no Terminal 1 do aeroporto – agora chamado de Porto Alegre Airport -, passarão a realizar as operações de check-in de voos domésticos e internacionais, gradualmente, na área de expansão, localizada no segundo piso.

Com 40 balcões de check-in, o novo espaço oferece mais conforto e dinamismo ao atendimento. Os passageiros de voos domésticos passarão a realizar embarque e desembarque também em novo espaço, na área de ampliação. Depois de fazer o check-in no 2º piso, o passageiro sobe até o 3º para passar pelos novos equipamentos de inspeção de segurança e seguir para o embarque.

A conclusão da nova fase de obras do novo terminal foi apresentada ao governador e ao prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchezan Júnior. Guiados pela CEO da Fraport Brasil, Andrea Pal, Leite e Marchezan conheceram a nova área de check-in, o novo portal de desembarque e de embarque e as esteiras de bagagens. A previsão, segundo Andrea, é que a reforma do terminal seja entregue em outubro deste ano. “O mais importante é a expansão da pista, que deve ser concluída até 2021. Para isso, precisamos realocar a população que reside nas vilas Nazaré e Dique”, explicou.

Notícia Relacionada:
Prefeitura busca mais R$ 130 milhões para pavimentação

O governador Leite garantiu que a prefeitura, que vem negociando a desapropriação das famílias, tem todo o apoio do Executivo neste processo. “Estamos articulados para que a remoção seja feita de forma tranquila, com respeito aos moradores, melhorando a vida dessas pessoas”, comentou. O Ministério Público e o Judiciário participam dos trâmites, a fim de assegurar que a remoção das famílias ocorra de maneira adequada.

De acordo com a prefeitura da capital, há 1,3 mil famílias esperando um novo local para morar. O prefeito Marchezan detalhou que 1,3 mil casas, localizadas em condomínios separados, devem ser entregues com o intuito de abrigar os moradores. A previsão é de 364 já sejam entregues em abril, no bairro Sarandi. “Todas as famílias serão realocadas. Não temos dúvidas de que elas receberão uma situação de habitação, de serviços públicos, de saúde e de segurança muito melhor do que encontrada hoje”, garantiu.

Notícia Relacionada:
Programação do Porto Cervejeiro tem início neste sábado

Expansão da pista 

A ampliação da pista do aeroporto Salgado Filho em 920 metros é apontada como um ponto-chave para o desenvolvimento econômico do Estado. Conforme a Fraport Brasil, a pista com maior extensão reduzirá em 10% os custos dos exportadores. “Teremos mais voos de carga de exportação, reduzindo custos de quem produz no estado e, hoje, precisa fazer o transporte por via rodoviária até o aeroporto de Guarulhos”, comentou o governador.

Com o transporte de carga aérea podendo já partir de Porto Alegre, o Estado se torna mais competitivo. “Também estamos discutindo ferramentas de incentivo a companhias aéreas nacionais para viabilizar mais voos regionais de Porto Alegre para o interior do RS”, disse Leite.

Para o governador, a entrega de parte do terminal em apenas 11 meses, por parte da Fraport Brasil, mostra a importância das parcerias com o setor privado. O secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Ruy Irigaray, vê o Salgado Filho como uma porta de entrada para investimentos. “O investimento da Fraport na ampliação do complexo tornará o RS mais competitivo na atração de novos negócios, no turismo, no aumento da oferta de voos, na movimentação de passageiros. É, sem dúvida, uma grande conquista para os gaúchos”, comemorou.

Notícia Relacionada:
Obras do trecho 3 da Orla do Guaíba em Porto Alegre começam em duas semanas

A nova sala de embarque ficará no píer, que conta com seis novos portões e três novas pontes. Os passageiros de destinos nacionais que chegarem a Porto Alegre também realização o desembarque por uma nova área, separada do desembarque de voos internacionais, e também na estrutura de ampliação. Há três novos carrosséis para retirada de bagagens.

As atuais áreas de desembarque, check-in e embarque doméstico serão fechadas na sequencia para que se possa iniciar a última fase da reforma do Terminal 1 – inaugurado em setembro de 2001. No segundo trimestre deste ano, também será entregue o novo edifício-garagem, com 1.050 vagas. A expansão do Terminal 1 e a extensão da pista somam investimento de R$ 1,8 bilhão.

Vencedora de leilão realizado em março de 2017 para uma concessão de 25 anos, a Fraport iniciou as operações no Salgado Filho em janeiro de 2018.

Patrocínio