Vencedora do ‘BBB’ perde tudo e reaparece na Record – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Cultura

Vencedora do ‘BBB’ perde tudo e reaparece na Record

Cida contou sua história no programa “Domingo Show”, da Record

Publicado há

em

Foto: Reprodução | TV Globo

No programa “Domingo Show”, exibido pela Record TV, a ex-babá Gecilda da Silva dos Santos, de 36 anos, contou como perdeu os R$ 500 mil que recebeu ao vencer a quarta edição do “Big Brother Brasil”, em 2004.

Cida, apelido com o qual ficou famosa no Brasil, disse em entrevista a Geraldo Luís que foi vítima de diversos golpes e que emprestou dinheiro a amigos e parentes.

O apresentador da Record foi até a pequena casa em que vive com a família, em Itaguaí, interior do Rio de Janeiro. Segundo ela, o prêmio começou a sumir depois de virar fiadora de uma ex-assessora e pagando honorários a um advogado.

Além de dar dinheiro a pessoas próximas, um ex-companheiro entrou na Justiça para ficar com a metade do valor recebido da TV Globo.

Leia:
Homem é encontrado morto após ser ridicularizado em telejornal do SBT

Cida penhorou o único imóvel que ainda tinha, uma casa em Mangaratiba (RJ) para poder pagar essas dívidas. Atualmente, com dois filhos, ela contribui com o orçamento familiar vendendo bolos. O marido ganha aproximadamente R$ 1.500 por mês trabalhando como motoboy.

2018

Em 2018, a ex-participante já havia aparecido no mesmo programa e contado sobre a ex-assessora. “Eu nem gosto de falar muito, eu conheci uma pessoa que se dizia assessora e essa pessoa me pediu pra eu ser fiadora de uma casa, alugar para ela”, disse a ex-sister na ocasião.

“Eu fui fiadora dessa pessoa e resumindo: ela não pagou o aluguel da casa em que ela estava, me colocaram na justiça. Fizemos um acordo e eu gastei um dinheirão na reforma da casa. E o acordo que fizemos era ela tirar meu nome no processo. Eu gastei o dinheiro que eu tinha todo e ela não tirou”, afirmou.

Leia:
VÍDEO: Repórter da RBSTV chama o viaduto Abdias do Nascimento de "Mazembe"

Aos prantos, ela disse que não superou o trauma. “Hoje em dia as pessoas só pensam em bens materiais, em dinheiro, mas tem gente que se aproveita muito dos outros”, contou. “Eu perdi a casa, foi à leilão. A verdade é essa”, concluiu.

loading...
Patrocínio