Um combo de café, restaurante e mercado abre no 4º Distrito em Porto Alegre – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Notícias

Um combo de café, restaurante e mercado abre no 4º Distrito em Porto Alegre

Amaro Café abriu há menos de três semanas e conta um pouco da história do Rio Grande do Sul

Publicado há

em

Foto: Mariana Carlesso | JC

Por Fernanda Soprana | Jornal do Comércio

O 4º distrito de Porto Alegre, região emergente para negócios em Porto Alegre, ganhou mais um empreendimento na área de gastronomia. O Amaro Café é um combo, com café, restaurante e mercado. O Amaro abriu há menos de três semanas na rua Ramiro Barcelos, 671, numa área que se ressentia de alternativas para almoço, lanche e café e para pequenas demandas de produtos.

Formada em Comércio Exterior, Priscila Sartori é a administradora do estabelecimento, que pertence à família do marido Eduardo Chies. Há mais de 20 anos, Priscila auxilia na gestão de restaurantes. O Amaro chegou a operar como restaurante do Centro Histórico. Como ia ter de mudar o endereço devido à entrega do ponto, a administradora e o marido resolveram fazer uma pesquisa de mercado atrás de novas possibilidades. Foi aí que o projeto mudou.

“Sempre começamos a trabalhar cedo e com negócio ligado aos almoços, depois ficávamos ociosos o resto do dia. Encontramos o local na Ramiro e pensamos: por que não montar um café? Estamos perto do Hospital Moinhos de Vento, e as pessoas que trabalham lá gostam de dar uma saída nos intervalos. Procuramos e não havia nada parecido na área”, explica Priscila.

O nome do novo negócio não se restringe apenas ao trocadilho: amar o café. Também tem conotação histórica. A equipe decidiu pesquisar sobre Ramiro Barcelos que dá nome à rua. Ramiro Fortes de Barcellos (com dois “L”) foi médico e um dos grandes políticos do Rio Grande do Sul, conhecido também pelos poemas satíricos de estilo gauchesco.

O pseudônimo Amaro Juvenal foi criado por Barcelos para fazer críticas ao então presidente do Estado, Borges de Medeiros. A referência de textos de Barcellos está estampada na parede do estabelecimento, com a imagem de uma edição do jornal A Federação, veículo do Partido Republicano Rio-Grandense, com o qual o médico colaborava. “Não queríamos apenas um nome aleatório, mas também contar um pouco da história do nosso Estado”, afirma Priscila.
Quem observa a casa de fora nem imagina o tamanho do interior. Os donos fizeram um investimento alto, pois toda a parte do restaurante, equivalente a mais da metade da área, não existia. A iluminação prioriza a luz natural, e a arquitetura foi pensada para gerar num ambiente que quebre o padrão do entorno.

Priscila explica que a ideia é propor um espaço mais tranquilo. “Tentamos trazer a natureza para o interior, construir um jardim no fundo, seguindo a preocupação com a sustentabilidade”, define Priscila. Entre as atitudes sustentáveis do Amaro Café, está o sistema de coleta de água da chuva, utilizada em todas as descargas de banheiros. Nos nichos dos buffets, os alimentos são mantidos quentes com resistência a gás.

O foco do Amaro ainda está na parte de restaurante, em que a gestão tem anos de experiência. Os buffets são valorizados pela diversidade, com possibilidade de inclusão de opções vegetarianas e veganas. O buffet livre, que inclui água gelada filtrada e uma sobremesa porcionada, é R$ 23,00.

A aposta da casa é a seleção de produtos naturais, frescos e de qualidade, valoriza a administradora. “Não vamos trabalhar com qualquer carne. Focamos uma alimentação de qualidade, evitando produtos industrializados, em que se sente a diferença no sabor”, diz. O Amaro também cultiva uma horta própria, com temperos e condimentos.

O cardápio do café inclui as opções tradicionais, do espresso italiano ao carioca, cortado, cappuccino e mocaccino, com preços entre R$ 4,00 a R$ 9,00. A maior variedade está na parte de salgados, com algumas opções de quiches, baguetes, torradas e folhados. Entre os doces, são oferecidas tortinhas, cheesecakes e tartelettes. O mercado oferece uma variedade de produtos coloniais e naturais.

Priscila afirma que a seção do café está em desenvolvimento. “É uma parte nova, então ainda estamos sentindo o que o cliente busca.” Ela diz que, no futuro, a casa deve oferecer happy hour, ampliando o horário de operação. O Amaro Café abre de segunda à sexta, das 7h30min às 18h.

loading...
Patrocínio

Desenvolvido por: