Sine de Porto Alegre prepara candidatos a emprego para entrevistas de seleção

Oportunidades

Sine de Porto Alegre prepara candidatos a emprego para entrevistas de seleção

Sine prepara candidatos a emprego para entrevistas de seleção
Foto: Luciano Lanes/PMPA

A partir desta quarta-feira, 27, a cada 15 dias, o Sine Municipal vai promover encontros do projeto Humanização na Busca de Emprego, para orientar candidatos a vagas sobre como se portar em entrevistas de seleção. O trabalho é destinado a pessoas em situação de vulnerabilidade, que contarão com um grupo de apoio formado por profissionais de recursos humanos da CTZ Soluções e psicólogos. Elas serão instruídas sobre organização de currículo, comportamento correto, o que dizer e maneira de se vestir, entre outros itens. Para auxiliar quem não dispõe de roupas adequadas, o Sine mantém o chamado Cabide Solidário, para fazer doações de vestuário para a busca de emprego.

Interessados em participar dos encontros não precisarão fazer inscrição. Basta comparecer à sede do Sine Municipal, na avenida Sepúlveda, esquina com avenida Mauá, no Centro Histórico. Como houve grande procura neste primeiro encontro, o próximo está marcado já para a próxima quarta-feira, 4, a partir das 14h.

O novo projeto de humanização pretende também sensibilizar o setor empresarial sobre a corresponsabilidade de levar em conta e valorizar a diversidade na hora das contratações. “O desafio desta campanha é cuidar com respeito e dignidade da população desempregada que chega ao Sine”, diz a primeira-dama do Município, Tainá Vidal.

Para o gerente do Sine Municipal, Diego Rojas, a intenção é dar continuidade ao trabalho já feito pelo órgão, de intermediar a oferta de vagas. “Queremos mostrar também que estamos abertos a parcerias com quaisquer que sejam as ideias e projetos em prol do trabalhador, da melhoria da qualidade de vida da nossa população e, principalmente, dos que são menos favorecidos”, enfatiza.

Camilo Nardon, diretor da CTZ Soluções, diz que o projeto nasceu da vontade de ajudar as pessoas a mudarem de vida. “Mais do que participar de iniciativas como doar um presente de Natal ou uma cesta básica, optamos por uma proposta que ajude as pessoas a terem mais dignidade, e a ideia foi abraçada pela primeira-dama”, afirma. Nardon explica que todas as pessoas interessadas serão recebidas, sem distinção de gênero, cor, sexo ou orientação sexual. “Queremos preparar quem necessita de apoio para procurar um emprego”, reforça. (PMPA)

loading...
Patrocínio
Patrocínio

Desenvolvido por: