Santa Casa de Porto Alegre vai contar com nova emergência para SUS – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Saúde

Santa Casa de Porto Alegre vai contar com nova emergência para SUS

Publicado há

em

Foto: Divulgação / Santa Casa

Créditos da foto da notícia: Foto: Divulgação / Santa Casa.

Uma nova emergência para usuários adultos do Sistema Único de Saúde será construída na Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. A construção deve ter início em março – as ações de roçada do terreno já foram iniciadas. A previsão é de que a nova unidade do complexo hospitalar fique pronta até março de 2022. Serão cerca de 36 meses de trabalhos.

O espaço será ampliado em quatro vezes e os leitos disponíveis, duplicados. Serão 28 boxes para atendimento, sendo três de isolamento. Julio Matos, diretor geral da Santa Casa, destaca a importância das melhorias no espaço da instituição.

Leia:
Novo modelo de gestão amplia serviços nos pronto atendimentos de Porto Alegre

“Hoje a gente tem uma unidade de emergência de 600 metros quadrados que permanentemente está superlotada e praticamente 60% dos pacientes que acessam essa emergência já são pacientes vinculados a Santa Casa. É uma assistência que temos consciência que tem que ser melhorada”.

A obra está estimada em R$40 milhões e o valor foi doado pelo casal gaúcho Nora Teixeira e Alexandre Grendene. Nora conta que já acompanhava a situação da Santa Casa há um bom tempo.
[in_article]
“Indo lá toda hora, a gente via a necessidade de ampliar a emergência do SUS, que é uma tristeza. As pessoas ficam na fila de espera durante muito tempo, pessoas que chegam as 7 da manhã e vão ser atendidas a noite, ou nem conseguem atendimento, isso era uma coisa que me incomodava muito. A pessoa ficar doente com dinheiro já é muito ruim, imagina se dinheiro. Então acho que é uma obrigação nossa que temos mais condições ajudarem as pessoas mais carentes”, conta Nora Teixeira.

Leia:
Conheça 3 sinais alarmantes que você está passando por uma deficiência de vitamina D

O novo empreendimento vai viabilizar ainda mais a sustentabilidade da instituição. A Santa Casa consegue se auto manter, a dificuldade que fica é a de investimentos no complexo. Segundo Julio de Matos, é nesta questão que doações como esta vêm a somar.

“De cada R$100 de custo que nós temos para assistir um paciente do SUS, o SUS remunera para nós 54. E de R$46 que faltam, e pelo volume grandioso que a Santa Casa realiza de SUS, só no ano de 2018 nós tivemos um prejuízo superior a R$ 164 milhões com o SUS. A Santa Casa procura viabilizar este prejuízo através do seu próprio trabalho, atendendo outros convênios, gerando receita de estacionamento, busca ampliar outras receitas para pelo menos pagar este déficit”.

Leia:
Vereadores aprofundam a análise de denúncias sobre assédio moral contra funcionários municipais de Porto Alegre

A obra é parte de um novo centro médico que tem custo total estimado R$ 177 milhões. Será a oitava unidade do complexo da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre. (Eduardo Uhlmann | Band)

Patrocínio