RS: Depois de tentar salvar o dono, cachorro não desgruda do lado do corpo de tutor morto após discussão – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Notícias

RS: Depois de tentar salvar o dono, cachorro não desgruda do lado do corpo de tutor morto após discussão

Comovidos com a demonstração de amizade de Scooby, ele foi adotado pela família de Rogério.

Publicado há

em

Reprodução G1

Os moradores do bairro Divisa, em Santana do Livramento, na Fronteira Oeste do Estado, tiveram as atenções tomadas por um crime ocorrido na quarta-feira (12), quando um homem, Auri Rogério Lemes Mendes, de 32 anos, foi visto discutindo com um homem. Há uma discussão, mas as câmeras de segurança do local só mostram o cachorro da vítima, Scooby, correndo atrás do suspeito. (Link para o vídeo no final da matéria.)

Outro fato que tonrou o crime ainda mais notório, foi a presença de Scooby durante toda a perícia. O cão não deixou o lado de seu dono. A atitude de lealdade do cachorro emocionou a comunidade.

De acordo com informações da investigação da Polícia Civil, o homem tem sinais de ter sido morto com golpes de chave de fenda.

” [As imagens] mostram o agressor indo atrás da vítima e o cachorro da vítima atrás do agressor. Na tentativa de proteger o dono”, explica a delegada. O suspeito foi preso em flagrante horas depois do crime.

Rogério, como era conhecido, foi encontrado sem vida próximo a uma parada de ônibus das proximidades. Scooby era seu companheiro por cerca de dois anos.

“Dizem que o cachorro é muito amigo do homem, né?! Então eu já imaginava que ele ia ficar, porque onde ele [Rogério] ia, o cachorro estava sempre atrás, nunca deixava ele sozinho.” lembra a dona de casa Ingrid Martins, que conhecia a vítima desde a infância.

“O cachorro sempre com ele, nunca abandonou ele”, conta o pintor automotivo Sidnei Nunes, dono de uma oficina que fica perto do local do crime.

Comovidos com a demonstração de amizade de Scooby, ele foi adotado pela família de Rogério.

Veja o vídeo, clicando aqui.

 

Patrocínio

Desenvolvido por: