Prefeitura reforça fiscalização e interdita 23 estabelecimentos em Porto Alegre

Notícias

Prefeitura reforça fiscalização e interdita 23 estabelecimentos em Porto Alegre

Entre as casas de comércio fechadas, estão lojas de vestuário, calçados e de departamentos
Foto: Luciano Lanes/PMPA

Em mais uma ação conjunta, os fiscais da prefeitura percorreram a Capital nesta quarta-feira, 1°, para fiscalizar o comércio. O foco foram as lojas com portas entreabertas, infringindo as regras do decreto 20.625. Desde 23 de junho, quando foi publicado o documento, que prevê uma série de medidas para conter o coronavírus, foram interditados 23 estabelecimentos. Entre eles, estão lojas de vestuário, calçados e de departamentos.

“A conscientização de todos é o mais importante neste momento de pandemia. Não estamos aqui um contra os outros. Estamos todos a favor de uma sociedade melhor para superar esses desafios” – Prefeito Nelson Marchezan Júnior.

De acordo com o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Leonardo Hoff, a medida visa a garantir o cumprimento das normas. “Diminuir a circulação de pessoas, restringindo atividades econômicas, é uma ação extrema, porém necessária para preservação de vidas. Precisamos da compreensão da comunidade para frearmos o avanço da Covid-19”, destaca.

As inspeções fazem parte da operação Esforço Concentrado, do Escritório de Fiscalização, que desde 31 de março já vistoriou 13.597 estabelecimentos comerciais, indústrias e serviços. Destes, 239 foram interditados – representando 1,75% do total. Também foram verificadas 442 obras da construção civil, inspecionados parques e praças 6.019 vezes e 14.198 ônibus, táxis e lotações. (PMPA)

Patrocínio
Patrocínio

Desenvolvido por: