Prefeitura mobilizada para atender a população após temporal – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Notícias

Prefeitura mobilizada para atender a população após temporal

Publicado há

em

Divulgação Smsurb/PMPA

A partir do alerta de fortes chuvas, seguidas de rajadas de ventos, emitido pela Defesa Civil Municipal, na tarde de quarta-feira, 15, o prefeito Nelson Marchezan Júnior orientou que fosse seguido o protocolo de atendimento em caso de situação de emergência, que reúne os principais órgãos do Executivo e do Estado. A população foi avisada antecipadamente e as equipes mobilizadas para minimizar os impactos da tempestade.

O balanço parcial da prefeitura no final da manhã desta quinta-feira, 16, indica que o vendaval de grandes proporções com fortes chuvas e granizo, principalmente no Centro-Sul da Capital, resultou em 23 quedas de árvores sobre residências e 20 obstruções de vias. Onze equipes de podas da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSUrb), três equipes da Defesa Civil Municipal e outra dos Bombeiros seguem trabalhando no atendimento das ocorrências e rescaldo. Não foram registradas vítimas.

Para as casas com destelhamento, a Defesa Civil está entregando a cada família, um kit composto por duas lonas de 24 metros quadrados e, dependendo do caso, uma cesta básica. Já foram distribuídos 48 kits.

Foram desobstruídas as principais vias da cidade atingidas pela queda de árvores e galhos, até as 22h. As equipes atuaram nas regiões mais afetadas pelo vendaval, que foram a Zona Sul, principalmente os bairros Vila Nova, Cristal, Santa Tereza, Ipanema, Campo Novo, Belém Velho, Guarujá e Cascata. Trabalham também no Centro Histórico, nas proximidades do Museu Iberê Camargo e na avenida Pinheiro Borda.

Dmae – O Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae) está agindo para tentar normalizar e estabilizar o sistema de abastecimento onde a energia já retornou. A falta de luz causa paradas em estações de tratamento e bombeamento e, por isso, algumas regiões de Porto Alegre sofrem com a interrupção no abastecimento, principalmente nas pontas de rede e áreas mais elevadas. Estão em recuperação estações de bombeamento nos bairros Protásio Alves, Morro Santana, Camaquã, Cavalhada, Cristal, Menino Deus (parte), Tristeza (parte), Vila Assunção, Jardim Ipê, Jardim Carvalho e São José (parte).

Energia elétrica – O desabastecimento ocasionado pela falta de energia ainda atinge parte de diversos bairros e localidades, entre eles: Ilha das Flores, Ilha dos Marinheiros, Ilha do Pavão, Ilha da Pintada, Bom Jesus, Vila Jardim, Vila Fátima-Pinto, Cefer II, Vila Floresta, Vila Ipiranga (parte alta), Morro do Osso, Ponta Grossa, Cristal (parte alta), Santa Tereza, Televisão, Vila Santa Rita, Belém Velho, Vila Nova, Medianeira, Nonoai, Teresópolis, Glória, Centro, Petrópolis, Três Figueiras, Chácara das Pedras, Menino Deus (parte), São José, Aparício Borges, Partenon, Santo Antônio (parte), Espírito Santo, Guarujá, Serraria e Vila dos Sargentos.

EPTC – A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) registrou durante o vendaval um ponto de alagamento com bloqueio total (liberado às 20h30 da noite passada), além dos bloqueios devido à queda de vegetal ou ocasionados por poste ou fiação elétrica caídos na via. Por volta das 11h desta quinta-feira, 32 conjuntos de semáforos não estavam funcionando.

As equipes de fiscalização de trânsito e manutenção elétrica da EPTC foram reforçadas e, desde a tarde passada, deslocadas para os pontos mais críticos e com maior risco de acidentes, para monitorar a circulação, restaurar a sinalização e auxiliar os usuários.

Canais de comunicação – É importante a colaboração da população para o registro de ocorrências prioritárias, através do número 118, e das demais, através da Carta de Serviços online da @Prefeitura_POA, por onde podem ser encaminhadas outras demandas e solicitações de trânsito.

Fonte: PMPA

loading...
Patrocínio

Desenvolvido por: