Prefeitura de Porto Alegre projeta pagamentos até o mês de maio – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Economia

Prefeitura de Porto Alegre projeta pagamentos até o mês de maio

Publicado há

em

Compartilhe 📣
  • 71
    Shares

Créditos da foto da notícia: Foto: Joel Vargas/PMPA.

A reorganização do poder público após a posse do Executivo, em âmbito nacional e estadual, tem reflexos também na gestão dos municípios. Em Porto Alegre, o período inicial do ano serve para o equilíbrio das contas públicas a partir de recursos oriundos de tributos como, por exemplo, o IPTU. Além disso, a confiança demonstrada pelo mercado financeiro no novo projeto econômico implementado no país faz com que as projeções para 2019 sejam mais otimistas.

O Secretário da Fazenda na Capital Gaúcha, Leonardo Busatto, afirma que os recursos que ingressaram nas contas da cidade a partir do pagamento antecipado do IPTU permitirão que a cidade pague servidores e fornecedores em dia até o mês de maio.

“Com a antecipação do IPTU se faz uma poupança e ao longo dos meses a gente vai consumindo essa poupança que a gente consegue fazer ao longo dos meses de dezembro e janeiro. Então o que a gente pode deixar já comunicado, não só aos servidores mas para toda população, é que a conseguimos pagar o salário de dezembro e certamente nos primeiros 4 meses a gente já tem convicção que conseguimos pagar não só os servidores mas os fornecedores”.




Entretanto, Busatto defende uma ampla reforma do sistema tributário – tanto na União, quanto em Porto Alegre. O Secretário reforça, ainda, que o Executivo precisa aprovar alguns dos projetos que estão em trâmite na Câmara como, por exemplo, as alterações na Planta Básica de Valores do IPTU.

“São três pontos que a gente tem batido na tecla. A primeira é a questão da estrutura remuneratória, a gente precisa avançar, mudar a questão remuneratória do município. A questão previdenciária do município também precisamos avançar em alguns pontos e, o que todo mundo já sabe, a gente precisa revisar a planta de valores do IPTU, que está indo para mais um ano, são 28 anos de defasagem. Aí sim ter condições de entregar mais serviços à população”.

O período de pagamento do Imposto sobre a Propriedade Predial e Territorial Urbana na Capital Gaúcha chegou ao fim com a arrecadação de 108 milhões e 100 mil reais. (Aristóteles Júnior | Band)


Compartilhe 📣
  • 71
    Shares
loading...
Patrocínio
Patrocínio
Patrocínio

Patrocínio