Prefeitura apresenta aos vereadores o balanço das finanças de Porto Alegre – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Economia

Prefeitura apresenta aos vereadores o balanço das finanças de Porto Alegre

Prefeito atesta que panorama para 2019 pode ser ainda pior do que foi o de 2018

Publicado há

em

Foto: Luciano Lanes/PMPA
Compartilhe 📣
  • 69
    Shares

Em cerimônia realizada na Câmara de Vereadores de Porto Alegre, o Prefeito da Capital entregou à presidência da Casa um relatório de atividades com um resumo das principais ações e iniciativas da prefeitura. Junto à isto, foi apresentado o balanço das Finanças de 2018, que traz o resultado orçamentário e financeiro do município.

O balanço apontou que Porto Alegre encerrou o ano no vermelho, com um déficit de R$75 milhões. A situação financeira considera apenas os recursos próprios do Tesouro Municipal, sem as receitas do Previmpa, Dmae e outros recursos vinculados com destinação específica.

Segundo o prefeito Nelson Marchezan Jr., foram cerca de R$ 4 bilhões de Receita arrecadada, contra R$ 4,075 bilhões de Despesa realizada. “Na verdade, a gente tem duas situações. A primeira é a questão orçamentária, o que vai no papel. Daí a gente tem, por exemplo, as receitas da Procempa, que são a própria prefeitura que paga, então isso entra como receita, mas na verdade não é um recurso de caixa disponível. Nós temos as receitas do Dmae, nós não vamos fazer como anteriormente, que foi retirar recursos do DMAE e regiões de Porto Alegre não ter água, então nós não tocamos nos recursos do Dmae. Então não são recursos do tesouro do caixa do executivo, do tesouro municipal”, explica.

De acordo com a Prefeitura, este déficit teria sido ainda maior caso não tivesse ocorrido a antecipação de receitas de 2019, tais como o ICMS, IPVA e Fundeb.

Marchezan ainda atesta que caso não haja novas fontes de arrecadação, o panorama para 2019 pode ser até pior. “O IPTU que entrou em 2018 evidentemente não vai entrar em 2019, o IPVA também. E se o ICMS, se não houver um crescimento da economia, esse valor também será impactante”, afirma.

Por lei, essa entrega deve que ocorrer até o último dia do mês de março. É uma prestação de contas da municipalidade para com a Câmara. (Eduardo Uhlmann | Band)


Compartilhe 📣
  • 69
    Shares
loading...
Patrocínio
Patrocínio
Patrocínio

Patrocínio