Preço da cesta básica de Porto Alegre volta a aumentar e chega a R$ 423
Connect with us
“Consultoria

Economia

Preço da cesta básica de Porto Alegre volta a aumentar e chega a R$ 423

Crescimento em setembro foi de R$ 3,20

Publicado a

em

Após acumular redução de 7,43% em três meses, o preço da cesta básica de Porto Alegre voltou a aumentar. Em setembro, o valor dos alimentos analisados subiu R$ 3,20, e a cesta básica fechou o mês em R$ 423,01 – sendo que em agosto o valor era de R$ 419,81. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Sete produtos ficaram mais caros no período e colaboraram para o aumento do preço da cesta: tomate (10,50%), óleo de soja (3,66%), carne (3,38%), arroz (1,49%), farinha de trigo (1,32%), pão (0,89%) e manteiga (0,07%). Já os alimentos que ficaram mais baratos foram a batata (-17,08%), leite (-9,09%), feijão (-3,08%), açúcar (-2,59%), banana (-2,24%) e café (-0,96%).




Em setembro, o valor da cesta básica representou 48,20% do salário mínimo líquido, contra 47,83% em agosto de 2018 e 50,66% em setembro de 2017. O trabalhador com rendimento de um salário mínimo necessitou, em setembro, cumprir

uma jornada de 97 horas e 33 minutos para adquirir os bens alimentícios básicos.




Outras capitais

Porto Alegre foi a terceira capital com a cesta básica mais cara do período, atrás apenas de Florianópolis (R$ 435,47) e São Paulo (R$ 432,83).




Os menores valores foram registrados em Salvador (R$ 315,86), São Luís (324,04) e João Pessoa (R$ 328,99). O valor da cesta reduziu em dez das 18 capitais que compõem o levantamento do Dieese.

Patrocínio

Publicidade

Promoção / (51) 3377.5479

Patrocínio
Patrocínio