Porto Alegre está em alerta por causa da presença do escorpião amarelo – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Notícias

Porto Alegre está em alerta por causa da presença do escorpião amarelo

Publicado a

em

A secretaria de Saúde de Porto Alegre segue monitorando as ocorrências de escorpiões amarelos no município. O aracnídeo não é comum no Rio Grande do Sul, sendo mais fácil de ser encontrado na região central do país.

O Coordenador da Vigilância em Saúde de Porto Alegre, Anderson Lima, afirma que três regiões da cidade são as que mais preocupam a prefeitura. “Nós temos três locais que nos preocupam, na Lomba do Pinheiro, no bairro Anchieta e o Centro”. Confirma.




O Coordenador da Vigilância em Saúde afirma que o escorpião se alimenta de baratas. Anderson Lima explica os locais com maior probabilidade de encontrar o inseto e consequentemente os aracnídeos. “O número de resíduo, acumulo de califa, material de construção e acima de tudo, resíduo orgânico. Onde tenho resíduo orgânico, temos baratas, onde temos baratos o escorpião vai se alimentar. Nessa conjuntura, tendo bastante escorpião no local, a probabilidade para ter um encontro com o ser humano é grande”, explica.

A partir de 2001, escorpiões amarelos têm sido vistos em Porto Alegre. Somente em 2018 já foram registradas 79 visualizações do artrópode na Capital. Outras 169 reclamações já estão protocoladas pelo telefone 156 da prefeitura. O Rio grande do Sul registra 13 acidentes com escorpiões amarelos em 2016, 5 em 2017 e apenas 1 em 2018. Em todos os casos, não houve óbito. (Vicente Medeiros | Band)

Patrocínio

Publicidade

Patrocínio
Patrocínio