Parceria vai levar consultas e óculos de graça para a população em Porto Alegre – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Notícias

Parceria vai levar consultas e óculos de graça para a população em Porto Alegre

Atendimentos serão realizados em unidade móvel com consultório e ótica

Publicado há

em

Foto: Jefferson Bernardes/PMPA

Uma parceria entre a prefeitura e a sociedade civil organizada vai reduzir a espera por consultas oftalmológicas, auxiliando os pacientes com doação de óculos. O lançamento da campanha Olhar Solidário foi realizado nesta terça-feira, 10, no Vida Centro Humanístico, na Zona Norte. O projeto foi viabilizado pelas voluntárias do POA Solidária, com doações de parceiros como o Tri Legal. Os atendimentos serão realizados pela Lions D-3 em sua unidade móvel, equipada com um consultório oftalmológico e uma ótica, que visita as regiões mais vulneráveis da Capital.

O prefeito Nelson Marchezan Júnior destaca que as parcerias solucionam com mais agilidade e menos burocracia problemas da população. “Porto Alegre tem reduzido muito todas as filas na área da saúde, principalmente em especialidades, apesar do aumento na demanda provocada pela crise. Mesmo assim, o estoque, que era de 90 mil consultas, caiu para 50 mil. Estamos avançando com estas parcerias, vencendo sem soluções mercadológicas ou grandes mutirões, para que o problema não volte em pouco tempo. A resolução é estrutural e permanente, atingindo a melhora de serviços públicos para toda a população”, diz o prefeito.

Leia:
Filhas temem 'fortes emoções' de Silvio Santos no velório de Gugu

A primeira-dama Tainá Vidal foi convidada para fazer parte oficialmente do grupo de voluntárias do POA Solidária. “Eu me sinto feliz e honrada em participar deste grupo de mulheres que dedica tanto amor às causas sociais. Podem contar comigo para mais esta missão.”

Na primeira etapa, serão beneficiadas 1250 pessoas que estão na fila de espera. O encaminhamento dos pacientes para a unidade móvel será feito pelos postos de saúde. Serão 450 atendimentos no Eixo Baltazar; 400 no Partenon/Lomba do Pinheiro e 400 na região do bairro Mário Quintana. Nesta etapa, a Lions doará 850 óculos para quem tiver o diagnóstico da necessidade. A previsão é que, até o fim de 2020, sejam realizadas 5 mil consultas e doados mais de 3 mil óculos.

O secretário municipal de Saúde, Pablo Stürmer, salienta que o projeto tem três características. “Termina com a fila de espera por consultas oftalmológicas, busca soluções através de parcerias e dedica as entregas para as regiões que mais precisam”, explica.

Representando as voluntárias, a empresária Fernanda Etchepare destaca os benefícios que a iniciativa já conquistou, como R$ 1,5 milhão em diversas doações de material para o Hospital Materno Infantil Presidente Vargas, uma bomba de leite, um raio X e um aparelho de ultrassonografia para os bebês. “Existem ações que para nós podem parecer simples, mas pequenos gestos mudam a vida das pessoas. Só a sociedade civil organizada, em parceria com o setor público, conseguirá fazer mudanças importantes na sociedade”, diz a empresária.

Leia:
Abertas inscrições para cursos gratuitos de dezembro no CIEE-RS

O diretor-presidente da Fundação Gaúcha do Trabalho e Ação Social (FGTAS), Rogério Grade, observa o fato de a iniciativa começar pelo Vida Centro Humanístico, pelo qual a FGTAS é responsável. “Agradecemos a escolha por iniciar aqui e queremos ampliar cada vez mais as parcerias para que este espaço possa ajudar a quem mais precisa e ser um local de integração da comunidade”, frisa.

O vereador Mauro Pinheiro destaca que as conquistas que Porto Alegre tem reconhecido hoje foram trabalhadas com dificuldade nos primeiros anos de governo e vistas, muitas vezes, com desconfiança. “Nós tivemos uma mudança de paradigma na cidade de Porto Alegre. Estamos entendendo que nem tudo que é público precisa ser estatal. O setor privado pode ajudar o público a prestar melhores serviços”, conclui.

Leia:
Homem estupra mulher, dorme e é preso em Viamão

Também participaram do evento o secretário municipal de Comunicação, Orestes de Andrade Jr.; o presidente da Fundação Leonística de Assistência Social – Distrito LD3, Guilherme Reinhardt; a representante do Tri Legal, Maria Elizabeth Chiodo Cunha; as coordenadoras do POA Solidária, Denise Souza Costa e Vânia Gonçalves de Souza; o desembargador do Tribunal de Justiça Militar, cel. Paulo Roberto Mendes; o assessor do deputado federal Nereu Crispim, Nicolas Sanches; e o gestor do Crip Eixo-Baltazar, Lauro dos Reis.

Solidárias – O POA Solidária é uma iniciativa da prefeitura, em parceria com a sociedade civil, que já beneficiou mais de 15 mil pessoas. Conta com a participação de uma rede de mulheres voluntárias, que trabalha para angariar recursos para transformar a vida de indivíduos em situação de vulnerabilidade social. Foram convidadas para apadrinhar o projeto personalidades e lideranças formadoras de opinião, juntamente com gestores do Executivo Municipal. (PMPA)

Patrocínio