Paolo Guerrero acusa hotel de “querer acabar com a sua carreira”
Connect with us

Esportes

Paolo Guerrero acusa hotel de “querer acabar com a sua carreira”

Publicado há

em

Créditos da foto da notícia: Foto: Divulgação.

O centroavante Paolo Guerrero acusou um hotel de Lima, no Peru, de querer “acabar com a sua carreira” ao negar ajuda depois do resultado do antidoping ter confirmado a presença de cocaína e de mentir para a Agência Mundial Antidoping (Wada). Nesta quinta-feira, a pedido do jogador e dos seus advogados, o Ministério Público realizou uma inspeção no local para tentar provar que houve contaminação do chá com folhas de coca que ele teria ingerido em uma das concentrações da seleção peruana.

“Querem acabar com a minha carreira e luto, pois é injusto. Eu confio que a justiça será feita”, disse o jogador para site Peru 21.




Se conseguir obter provas da contaminação, os advogados do peruano pretendem usar o resultado da inspeção nos tribunais suíços. Além do jogador, a mãe dona Peta e o seu advogado Julio García estiveram presentes na vistoria.

Leia:
Definido novo técnico no Internacional; Confira

“Queremos que isso funcione e que o tribunal suíço entenda que há uma injustiça terrível (na punição)”, declarou García ao periódico peruano.

O caso Guerrero

Condenado a 14 meses de suspensão por doping, Paolo Guerrero disputou a Copa do Mundo da Rússia por conta de uma liminar emitida pela justiça comum da Suíça. Por essa decisão, ele pode jogar pelo Flamengo após o Mundial antes de assinar contrato com o Inter. Quatro dias antes de sua estreia com a camisa colorada, no entanto, o jogador teve a liminar suspensa e voltou a ficar proibido de jogar.




Guerrero assinou um contrato de três anos com o Inter, que termina em agosto de 2021. No período em que ele estiver suspenso, o clube não precisa pagar os salários do atleta. Se conseguir uma liberação, o peruano poderá jogar pelo Colorado no Campeonato Brasileiro, mesmo que as inscrições para a competição já estejam encerradas. Isso porque ele foi inscrito antes de ter a liminar revogada.

Leia:
Inter adquire direitos do meia Nonato

Na quinta-feira passada, advogados do jogador entraram com um recurso na justiça suíça. A direção do Inter revelou na segunda-feira que esperava novidades sobre o caso nesta semana ou no início da próxima. (Correio do Povo)



loading...
Patrocínio