Operação prende outro suspeito de homicídio, organização criminosa, tortura e corrupção de menores – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Polícia

Operação prende outro suspeito de homicídio, organização criminosa, tortura e corrupção de menores

Publicado há

em

Foto: Reprodução PCRS/Twitter
Compartilhe 📣
  • 97
    Shares

A Polícia Civil, através da 1ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP), prendeu um homem na manhã desta terça-feira (19), em Porto Alegre, em decorrência da Operação Matriarcado. O preso após tomar conhecimento de que havia contra ele um mandado de prisão preventiva, se apresentou na companhia de seu advogado na Delegacia de Polícia.

A Operação foi deflagrada nesse domingo (23), onde a Polícia Civil, em combate aos crimes de homicídio, organização criminosa, tortura e corrupção de menores, cumpriu 21 mandados de prisão preventiva e 35 mandados de busca e apreensão. Ao todo dez pessoas foram presas, bem como objetos que estão relacionados com o crime foram apreendidos.

Segundo o Delegado Guilherme Gerhardt, a investigação identificou 23 membros do grupo criminoso responsável pela tortura e execução de um homem, que teria sido integrante desse mesmo grupo, mas que após suspeita de haver violentado a própria filha, foi torturado e executado pelo grupo.

Ainda de acordo com o delegado, os participantes do crime ao acreditarem que ele ainda estava vivo, prepararam uma estrutura conhecida como “micro-ondas”, em que a vítima é colocada dentro de pneus, os quais são incendiados e ateados fogo.

Todos adulto estão sendo indiciados pela prática dos crimes de organização criminosa, tortura, homicídio triplamente qualificado e corrupção de menores.

A operação foi batizada como Matriarcado pois uma mulher identificada como madrinha e a pessoa que tem voz de comando naquele grupo, seria a mandante da execução.

Com a informação PCRS


Compartilhe 📣
  • 97
    Shares
loading...
Patrocínio
Patrocínio
Patrocínio

Patrocínio