Novo celular chinês é mais poderoso do mundo
Connect with us

Tecnologia

Novo celular chinês é mais poderoso do mundo

Publicado há

em

Foto: Divulgação/OnePlus

A fabricante chinesa OnePlus anunciou o OnePlus 7T, celular premium que roda Android 10 e chega com a promessa de ser um dos mais poderosos do mundo. A ficha técnica traz o processador Snapdragon 855 Plus, o mais potente da Qualcomm na atualidade. Ele também oferece outras especificações de ponta herdadas do OnePlus 7 Pro, modelo lançado em maio junto com o OnePlus 7. Os destaques incluem tela de 90 Hz, sensor de impressões digitais sob a tela e câmera tripla na traseira.

O lançamento começará a ser vendido nos Estados Unidos nas cores cinza e azul a partir do dia 18 de outubro com preço de 599 dólares, pouco menos de 2.500 reais na conversão pelo câmbio atual. Não há previsão de lançamento do telefone no Brasil.

Notícia Relacionada:
Saiba por que as redes sociais estão escondendo as “curtidas” dos usuários

O smartphone traz painel OLED de 6,55 polegadas com resolução Full HD e notch para abrigar a câmera frontal, deixando o design mais parecido com a versão regular do OnePlus 7 lançada no primeiro semestre. Ainda assim, são esperados alguns dos mesmos atributos que renderam elogios dos especialistas em tela do mercado, como brilho de 1.000 nits, alta taxa de atualização e suporte a HDR nos padrões HDR10 e HDR10+.

A velocidade do display ajuda a dar uma sensação de agilidade no dia a dia. A ficha técnica potente ajuda: além do melhor processador da Qualcomm, o celular traz memória RAM de 8 GB e armazenamento de 128 GB no padrão UFS 3.0. O mercado chinês terá ainda uma variante com 256 GB. Ao contrário de grande parte dos smartphones Android, o OnePlus 7T não aceita expansão com uso de cartão de memória.

Notícia Relacionada:
WhatsApp permite ocultar Status completamente na versão Beta para Android

O telefone também promete rapidez no carregamento com a tecnologia Warp Charge 30T, capaz de reabastecer a bateria de 3.800 mAh de 0 a 100% em apenas uma hora. Por outro lado, não há compatibilidade com recarga sem fio como modelos premium de outras fabricantes, como o iPhone 11, Galaxy S10 e o Mi 9 Pro 5G, da Xiaomi.

O conjunto de câmeras inclui um sensor principal de 48 megapixels que combina quatro pixels em um para gerar fotos de 12 megapixels bem detalhadas; um de 16 megapixels com lente ultra wide e outra de 12 megapixels que permite aplicar zoom óptico de 2x. Na frente, o aparelho traz câmera de 16 megapixels para selfies.

Notícia Relacionada:
Facebook compra startup para controlar computadores com a mente

O Sul

loading...
Patrocínio