Museu Iberê Camargo tem programação cultural gratuita neste final de semana – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Cultura

Museu Iberê Camargo tem programação cultural gratuita neste final de semana

Publicado há

em





A Fundação Iberê Camargo apresenta neste final de semana uma programação gratuita que inclui seminário, performance artística, música eletrônica e cinema. Dando continuidade ao seminário “A Forma das Coisas Por Vir”, às 15h de sábado, tem início a palestra “Refundando Porto Alegre: um museu e uma orla”, com o professor de Arquitetura da Ufrgs, Carlos Eduardo Comas, que tratará do papel que a FIC teve para a revitalização da cidade. Às 16h tem início VÉSPER, sob comando do DJ Akin Deckard.

No domingo, as atrações começam com duas sessões de Cine Iberê, às 15h e 16h, com a exibição de três curtas que tratam das relações entre o homem e a natureza, história e ficção: “Journey to a land otherwise known” (2011), “Aequador” (2012), de Laura Huertas Millán, e “Aleivosias”, (2016), de Alessandra Bergamaschi. Às 16h inicia VÉSPER, com o DJ Gabriel Cevallos, e às 17h a artista Carla Borba propõe a performance Lab.Nós4, com foco em reflexões sobre as relações de poder e controle vinculados ao corpo e às relações entre as pessoas.




O seminário visa mostrar como o Museu da Fundação Iberê Camargo vitalizou um vazio sub-aproveitado na orla porto-alegrense e apresentar projetos para os aterros do Estaleiro Só e do Jockey Club do Rio Grande do Sul. Já o programa de filmes de domingo trata das relações entre o homem e a natureza, entre o passado e o futuro, entre história e ficção, relacionando arqueologia, etnografia e cinema, através das lentes de duas artistas que elegeram o audiovisual como sua plataforma preferencial de pesquisa.

Leia:
Ao vivo! Apresentador do SBT descobre, durante programa, que foi bloqueado por Gugu

“Journey to a land otherwise known” explora o estatuto ontológico das imagens, frequentemente por meio de temas relacionados à violência. “Aequador” faz uma viagem pelo rio Amazonas, em uma paisagem tanto fictícia quanto real onde as construções modernistas foram abandonadas, como as memórias de uma civilização esgotada do futuro. Um documentário de ficção científica que evoca a colonização, antigas utopias nas florestas da América Latina e a coabitação com o presente. Já “Aleivosias” busca entender qual seria a origem da chegada do Homo Sapiens ao continente americano e evidencia que qualquer estruturação discursiva, desde uma captação de imagens, constitui uma forma seletiva de fragmentos da realidade. (Correio do Povo)



loading...
Patrocínio