Motoristas de Eldorado do Sul foram os que mais aderiram à CNH Digital
Connect with us

Trânsito

Motoristas de Eldorado do Sul foram os que mais aderiram à CNH Digital

município da Região Metropolitana possui a maior proporção de condutores utilizando o recurso, entre os 497 municípios do Estado.

Publicado há

em

O pequeno município de Eldorado do Sul destacou-se em um levantamento realizado pelo DetranRS sobre a adesão à CNH digital. O município da Região Metropolitana possui a maior proporção de condutores utilizando o recurso, entre os 497 municípios do Estado. Enquanto no Estado, o percentual é de 2,6% do total de condutores habilitados, Eldorado do Sul possui 4%.

Com apenas um ano de funcionamento, a CNH Digital fechou 2018 com 128.469 usuários no Estado. Em Eldorado do Sul, entre os 13.296 condutores habilitados 532 possuem o documento no celular.

Nas posições seguintes, a Capital aparece em segundo lugar, com 26.326 usuários num universo de 698.842 condutores, o que representa 3,8%; Veranópolis e Novo Hamburgo  empatadas em terceiro, aquela com 485 dos 13.109 habilitados, representando 3,7%, e essa com 4.453 dos 121.339, também 3,7% ; Cachoeirinha em quarto, com 2.129 dos  58.988, que equivale a 3,6%, e, em quinto lugar, Santa Cruz do Sul, com 2.338 dos 69.150 condutores, equivalendo a 3,4%.  Com relação ao resto do país, o Rio Grande do Sul ocupa a segunda posição, perdendo apenas para São Paulo.

Notícia Relacionada:
Modelo de desmanches gaúcho é referência para Detran do Rio

O documento eletrônico tem a mesma validade jurídica do de papel e está disponível offline, ou seja, sem necessidade de conexão wi-fi ou dados móveis habilitados. Mas é preciso estar atento para a bateria e o correto funcionamento do aparelho. Para efeitos de fiscalização, se o equipamento estiver descarregado ou não estiver funcionando, será considerado que o condutor não está portando o documento. Ele será autuado com base no artigo 232 (conduzir veículo sem os documentos de porte obrigatório), uma infração leve que prevê multa de R$ 88,38, três pontos na CNH e retenção do veículo até a apresentação do documento.

Sobre a CNH Digital

A CNH-e é uma versão eletrônica da carteira de motorista, podendo o condutor optar por portar o documento impresso ou não.

Notícia Relacionada:
Atenção! Acidente na Wenceslau Escobar

Para utilizar a CNH-e, o condutor deve ter um documento no novo modelo, que contem o QR Code (código escaneável em aparelhos eletrônicos) na parte interna. Todos que tiveram a CNH emitida após 02 de maio já têm esse modelo. Se o condutor ainda possui o documento antigo, sem o QR Code, pode esperar a próxima renovação ou pedir uma segunda via do documento em qualquer Centro de Formação de Condutores.

Embora recente, o formato já conta com uma importante evolução. Se no início era preciso dirigir-se a um Centro de Formação de Condutores (CFC) para completar seu cadastro, agora o novo aplicativo se vale do reconhecimento facial para garantir a identidade do condutor que está solicitando a CNH digital, comparando sua foto com imagens do banco de dados do Denatran. O Carteira Digital de Trânsito está disponível gratuitamente no Google Play Store e na App Store.

Notícia Relacionada:
O trânsito brasileiro causa mais mortes que a guerra da Síria

Fonte: Detran RS

Patrocínio