Motorista de aplicativo é preso por espancar e matar mulher grávida no RJ
Connect with us

Polícia

Motorista de aplicativo é preso por espancar e matar mulher grávida no RJ

O corpo da jovem, levado para o IML (Instituto Médico Legal) do Barreto, apresentava sinais de espancamento.

Publicado há

em

Reprodução/Redes Sociais

A Polícia Civil prendeu na manhã desta terça-feira (8) um motorista de aplicativo suspeito de assassinar uma mulher grávida, em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro. O homem foi encontrado pelos agentes da DHNSGI (Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí) enquanto transportava um passageiro pela ponte Rio-Niterói.

O motorista de aplicativo havia sido identificado pela Polícia Civil na última segunda-feira (7), mesmo dia em que o corpo de Julia Inze Rodrigues Soares, grávida de quatro meses, foi encontrado na praia do Sossego, também em Niterói.

Policiais militares do 12º BPM (Niterói) isolaram a área da praia onde o Julia foi localizada até a chegada dos agentes da DHNSGI. O corpo da jovem, levado para o IML (Instituto Médico Legal) do Barreto, apresentava sinais de espancamento.

Notícia Relacionada:
"Viagem Segura da Revolução Farroupilha" se estende de quinta até domingo

Nas redes sociais, familiares de Julia lamentaram sua morte e anunciaram que seu enterro será nesta terça, às 16h, no cemitério São Francisco Xavier, também em Niterói.

PM do Bope é investigado por ligação com traficante no Rio

O motorista de aplicativo será indiciado por feminicídio – homicídio motivado por gênero. A Polícia Civil continua em busca de câmeras de segurança e testemunhas que ajudem a solucionar o caso.

(R7)

Patrocínio