Metroplan realiza reuniões para incentivar adesão ao projeto de modernização do transporte – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Notícias

Metroplan realiza reuniões para incentivar adesão ao projeto de modernização do transporte

Tratativas já começaram com a prefeitura de Porto Alegre.

Publicado há

em

Foto: Divulgação/Metroplan

A ideia de processo licitatório para o transporte da Região Metropolitana ainda requer maior adesão e interesse dos municípios. A Metroplan está fazendo reuniões com representantes dos executivos das cidades da região, já que não há uma legislação que preveja a obrigatoriedade da participação municipal. Pela lei, o transporte municipal é atribuição dos executivos, enquanto o metropolitano é responsabilidade do governo do estado. O objetivo é alinhar divergências e convergências com as cidades para dar início ao processo.

De acordo com o Superintendente da Metroplan, Rodrigo Schnitzer, a reunião com a capital gaúcha demonstrou que a prefeitura está aberta para a discussão:

“Porto Alegre por ser o centro com maior aderência ao sistema metropolitano de destino de passageiros, por ser a capital. É emblemático para o sistema a participação de Porto Alegre, o que vale destacar é a intenção do ente municipal e do metropolitano em relação a necessidade de se promover uma integração melhor, uma complementaridade do sistema. Isso para que tanto os operadores, mas principalmente os usuários, usufruem de melhorias.”

Entretanto, ainda segundo Rodrigo Schintzer, o processo não depende exclusivamente da participação dos municípios:

“A Metroplan a partir desse estudo tem condições de reorganizar o seu sistema independente das posições dos municípios. Mas se limitando a sobreposição de linhas metropolitanas e horários. A partir do momento que existir uma integração mais profunda, a nova prestação de serviço vai ter um ganho significativo em qualidade e em todas as outras melhorias que decorrem disso.”

De acordo com o estudo da Metroplan, das 900 linhas de ônibus da região metropolitana, 6%, ou seja, 55 linhas, respondem por 40% da demanda.

A questão do transbordo também é uma das propostas que passaram a ser desenvolvidas após a reunião com Porto Alegre. O Superintendente da Metroplan, Rodrigo Schintzer, ressalta que a proposta respeitaria a independência do município e do estado: “Mas de repente há a possibilidade de a partir de um determinado momento, talvez um fim de semana, algum horário específico, promover uma promoção tarifária que estimule o usuário a aceitar melhor a possibilidade de uma integração de um ônibus metropolitano com outro.”
[in_article]
A trensurb terá processo protagonista na licitação. Atualmente, a Metroplan conta com 25 funcionários do quadro efetivo, mais 70 profissionais temporários. A ideia é, também, que o órgão seja reestruturado – e não mais extinguido como chegou a ser cogitado no governo anterior.

Conforme a Metroplan, quase 400 mil passageiros são transportados por dia em 900 linhas de ônibus. No entanto, foi registrada uma queda nos últimos anos, com a ascensão dos transportes de aplicativo e a sobreposição de linhas. Segundo avaliação da diretoria da entidade, a concessão do transporte já deveria ter sido atualizada há quase 10 anos. (Gabriela Plentz | Band)

Patrocínio

Desenvolvido por: