Mesmo preso, Lula lidera as intenções de voto para a corrida presidencial, seguido por Bolsonaro, aponta pesquisa – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Política

Mesmo preso, Lula lidera as intenções de voto para a corrida presidencial, seguido por Bolsonaro, aponta pesquisa

Publicado há

em





O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato do PT à eleição presidencial, lidera as intenções de voto da pesquisa CNT/MDA, divulgada nesta segunda-feira (20). Lula foi condenado pela Operação Lava-Jato e está preso desde o dia 7 de abril na sede da Superintendência da PF (Polícia Federal), em Curitiba.

Lula tem a preferência de 37,3% dos eleitores ouvidos na pesquisa estimulada. Dessa parcela, 17,35% disseram que votariam em Fernando Haddad, candidato à vice-presidência na chapa petista, caso Lula não possa disputar a eleição.




O ex-presidente registrou sua candidatura no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) na última quarta-feira (15). Condenado em segunda instância pelo TRF-4 (Tribunal Regional Federal da Quarta Região) no caso do triplex do Guarujá e preso em Curitiba desde abril, ele pode ser impugnado. Nesse caso, Haddad assumiria a vaga do PT na eleição presidencial, com Manuela D’Ávila (PC do B) como vice.

Em segundo lugar, Jair Bolsonaro (PSL) registrou 18,3% das intenções de voto na pesquisa estimulada. Na sequência, aparecem Marina Silva (da Rede, com 5,6%), o candidato do PSDB Geraldo Alckmin (4,9%) e Ciro Gomes, com 4,1%. Alvaro Dias (Podemos) tem 2,7% e os outros candidatos não chegaram a pontuar 1%.

Segundo essa sondagem, Marina Silva herdaria 11,9% dos votos petistas e Ciro Gomes, 9,6%. Jair Bolsonaro foi citado por 6,2% e Alckmin por 3,7%. Declararam voto branco ou nulo 14,3% dos entrevistados e 8,8% se disseram indecisos. A pesquisa foi realizada entre os dias 15 e 18 de agosto de 2018 e ouviu ouviu 2.002 pessoas, em 137 municípios de 25 estados e a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais.




Tanto Lula quanto Bolsonaro cresceram em intenções de voto, comparando esta pesquisa com a sondagem anterior da CNT/MDA, divulgada em maio. O petista foi citado por 32,4% dos pesquisados e o capitão reformado do Exército, por 18,8%. Marina Silva tinha 7,6% das intenções de voto e Alckmin, 4%. Ciro Gomes registrou 5,4% em maio. A pesquisa está registrada no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob o número BR-09086/2018.

Bolsonaro

O Brasil deixará a ONU (Organização das Nações Unidas), um antro “de comunistas”, caso Jair Bolsonaro seja vitorioso nestas eleições, prometeu o presidenciável do PSL. “Se eu for presidente, eu saio da ONU. Não serve para nada essa instituição”, disse Bolsonaro no último sábado (18), em uma cerimônia de cadetes da Aman (Academia Militar das Agulhas Negras), em Resende (RJ).




“Saio fora, não serve para nada, é um local de reunião de comunistas e de gente que não tem o menor compromisso com a América do Sul”, disse após ser questionado sobre a decisão favorável de um comitê da ONU pela candidatura do ex-presidente Lula.

Aman

Na Aman, o capitão reformado Bolsonaro se formou, nos anos 1970. O seu vice, o general Antonio Hamilton Mourão, também. Questionado sobre um concurso da Polícia Militar paranaense que pedia “masculinidade” para as mulheres que desejassem integrar a corporação, Bolsonaro disse: “Logicamente, alguma coisa talvez a mulher não possa fazer aqui, enfrentar uma marcha de 54 km, que é como a gente fazia aqui na academia, não sei se isso seria adequado para elas”. “Pelo que sei no momento, elas estão aqui vindo mais para a área técnica, não para a infantaria, para a cavalaria. Quem sabe num segundo momento.”



loading...
Patrocínio

Desenvolvido por: