Mais de 70 pessoas morrem ao explodir botijão de gás em trem, no Paquistão – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Mundo

Mais de 70 pessoas morrem ao explodir botijão de gás em trem, no Paquistão

Publicado há

em

Foto: Reprodução/Geo News

Ao menos 74 pessoas morreram e outras 43 ficaram feridas após um botijão de gás explodir em um trem no sul do Paquistão nesta quinta-feira (31), de acordo a agência de notícias Associated Press e imprensa local.

Segundo a ministra da Saúde da província de Punjab, Yasmin Rashid, o botijão explodiu depois de ser manipulado por passageiros durante o café da manhã. Mesmo proibidos, os cilindros de gás são usados por passageiros em viagens longas, principalmente para o preparo de refeições. Ao menos três vagões pegaram fogo após a explosão.

Muitos passageiros se salvaram porque conseguiram saltar do trem para escapar do incêndio, mas a maioria morreu justamente por saltar do trem em movimento.

Leia:
Alberto Fernández é eleito presidente da Argentina no primeiro turno

“Dois fogões explodiram quando as pessoas estavam tomando café da manhã. A presença de querosene com os passageiros no trem em movimento espalhou ainda mais o fogo”, disse o ministro das Ferrovias, Sheikh Rashid Ahmed, à rede de televisão paquistanesa Geo.

A explosão aconteceu quando o trem estava perto da cidade de Rahim Yar Khan, às 6h30 (hora local). A locomotiva saiu da cidade de Karachi e tinha como destino Rawalpindi. A viagem do Tezgam Express duraria 25 horas e meia

Esse é o pior desastre no sistema ferroviário do Paquistão em quase 15 anos e os números de vitimas e feridos ainda podem aumentos, admitem as autoridades paquistanesas.

A locomotiva levava cerca de 200 peregrinos a caminho de um festival religioso próximo à cidade de Lahore. Durante o incêndio, muitos passageiros se salvaram, pois conseguiram pular do trem em movimentop para escapar do fogo, explicou o ministro das Ferrovias. No entanto, muitos também morreram ao saltar.

Leia:
Revolta contra Igreja Universal gera morte e crise diplomática em país africano

“A maioria das mortes foi causada por pessoas pulando do trem”, disse Rasheed, que afirma que o trabalho de resgate continua no local, com o apoio de equipes militares e médicos. Por ora, apenas 18 corpos foram identificados.

Fonte: RedeTV

loading...
Patrocínio