Homicídios têm maior queda da década em fevereiro em Porto Alegre – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Polícia

Homicídios têm maior queda da década em fevereiro em Porto Alegre

Os dados estão disponíveis nos indicadores de criminalidade (os dados apresentados podem sofrer alterações durante o desdobramento das investigações e são diferentes a cada extração do sistema), divulgados nesta terça-feira (19), pela Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP).

Publicado há

em

Foto: Rodrigo Ziebell / SSP
Compartilhe 📣
  • 258
    Shares

O mês de fevereiro apresentou queda nos crimes contra a vida no Rio Grande do Sul, em especial em Porto Alegre. A redução mais expressiva foi no número de vítimas na capital, com 61,7%, representando 37 óbitos a menos do que no mesmo período do ano anterior. Em todo o RS, o número de mortes por homicídio doloso também caiu. A retração foi de 32%, contabilizando 66 vítimas a menos em relação a fevereiro de 2018.

Quanto ao número de ocorrências, na mesma comparação, os crimes de homicídio caíram 28,5% no estado. Os dados estão disponíveis nos indicadores de criminalidade (os dados apresentados podem sofrer alterações durante o desdobramento das investigações e são diferentes a cada extração do sistema), divulgados nesta terça-feira (19), pela Secretaria da Segurança Pública do Estado (SSP).

Outro índice que se destaca é o de latrocínios, com queda de 20% no estado no mês passado em relação ao mesmo período do ano anterior. No acumulado do bimestre, a queda no RS ficou em 15,4%. Em Porto Alegre, não foi registrado nenhum latrocínio nos dois primeiros meses de 2019. No ano passado, haviam acontecido dois casos.

Ainda na comparação entre os primeiros bimestres de 2018 e 2019, outros crimes mantiveram a tendência de queda no estado, entre os quais os de roubo de veículos (-24,2%) e furto de veículos (-18,4%). Em Porto Alegre, os mesmos indicadores caíram 34% e 2,4%, respectivamente.

As ocorrências de roubo (-15,5%) e furto (-20,5%) foram outros índices que registraram retração no RS na soma de janeiro e fevereiro de 2019 em relação aos dois meses iniciais de 2018. Em igual recorte, também houve diminuição na capital, com 12,8% menos roubos e 15,5% menos furtos.

Houve ainda encolhimento nos casos de roubo relacionados ao transporte coletivo. Na soma das ocorrências envolvendo usuários e profissionais que trabalham em ônibus e lotações, a queda na comparação dos primeiros bimestres chegou a 31,8% no estado e a 28,1%, em Porto Alegre.

Números absolutos mostram pouca variação nos indicadores com alta

Alguns indicadores apresentaram alta no primeiro bimestre de 2019 frente ao mesmo período de 2018, mas a observação dos números absolutos de cada ano mostra que a variação foi pequena. No estado, os casos de roubo a banco foram de oito, na soma entre janeiro e fevereiro do ano passado, para 12, em 2019. De outro lado, o número de furtos a instituições financeiras caiu de 21 para 12. Em Porto Alegre, os casos envolvendo bancos, tanto de furtos quanto de roubo, passaram de 2 para 4 na comparação dos primeiros bimestres deste ano e do anterior.

No final de fevereiro, o vice-governador e secretário da Segurança Pública e da Administração Penitenciária, Ranolfo Vieira Júnior, apresentou o programa RS Seguro, com ações transversais e estruturantes para o enfrentamento à violência. A iniciativa está baseada em quatro eixos de ação, entre os quais o de combate ao crime, no qual foi implantado o Gabinete de Gestão Integrada da Região Metropolitana de Porto Alegre (GGIMPOA). Em duas operações integradas realizadas pelo gabinete na primeira quinzena de março, foram presas 161 pessoas, apreendidos R$ 167 mil sem origem comprovada, além de efetuadas diversas ações de fiscalização de trânsito e em estabelecimentos comerciais.

graficobm
Confira os dados das autoridades de segurança no gráfico – Foto: Divulgação / SSP

Violência contra a mulher

Os indicadores da violência contra a mulher também apresentaram queda nos dois primeiros meses do ano. O quantitativo mais expressivo está relacionado aos casos de feminicídio, que tiveram redução de 50%, passando de 10 no primeiro bimestre do ano passado para 5 vítimas no RS em 2019. Ainda em referência a todo o Rio Grande do Sul, o número de estupros apresentou retração de 38,4% no período avaliado. Em Porto Alegre, os estupros diminuíram 15,9%, enquanto o crime de lesão corporal contra mulheres teve alta de 2%.

Os 16 indicadores de criminalidade compilados pela SSP estão disponíveis no site da secretaria. É possível também acessar detalhes dos dados de Violência contra a Mulher.

Fonte: Agência de Notícias do RS


Compartilhe 📣
  • 258
    Shares
Patrocínio
Patrocínio
Patrocínio

Patrocínio