Globo demite mais de 100 funcionários e leva tensão ao Projac; Demissão contaria com grandes nomes da emissora – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Notícias

Globo demite mais de 100 funcionários e leva tensão ao Projac; Demissão contaria com grandes nomes da emissora

Desligamentos teriam sido causados pelo movimento de megafusão de empresas do grupo Globo

Publicado há

em

Reprodução TV Globo

A Rede Globo demitiu mais de 100 funcionários nesta quarta-feira. A informação é do site “Na Telinha”, do “Uol”. Os profissionais demitidos fazem parte do figurino, transporte, produção e equipe do setor de entretenimento.

Ainda de acordo com o site, as demissões teriam sido causadas pelo movimento de megafusão de empresas do grupo Globo, que tem levado tensão aos estúdios da emissora.

A primeira fase de cortes deve chegar a 20% na folha do departamento pessoal das empresas envolvidas no processo de fusão.

Iniciado em setembro de 2018, o programa “Uma Só Globo” visa unir em um único CNPJ a Globo, GloboSat, Globo.com, DGCORP (Diretoria de Gestão Corporativa) e Som livre. A fusão está sendo feita pela empresa Accenture, que é mundialmente reconhecida em consultoria de tecnologia e transformação empresarial.

Leia:
Pela 1ª vez, negros são maioria nas universidades públicas

“Não comentamos questões internas. Todas as grandes empresas modernas passam por processos na busca de eficiência e evolução constante e, nesse contexto, é natural que se façam ajustes. Na Globo não é diferente”, disse a assessoria de imprensa da emissora em nota.

No ano passado, a Globo investiu boa parte de seus recursos na GloboPlay e acabou fechando o ano no vermelho. O balanço de 2018 indicou que o conglomerado teve déficit operacional de cerca de R$ 530 milhões. Uma grande parte do déficit se deu pelo investimento na plataforma de streaming.

Já o colunista Leo Dias, afirma que nomes como Regina Duarte e Osmar Prado, verdadeiros dinossauros globais, estariam sendo discutidos entre aqueles que podem ficar desempregados a partir desta sexta-feira (8). O critério seria o fato de ambos estarem longe das novelas há um bom tempo e não terem demonstrado interesse pelos trabalhos que foram oferecidos.

Leia:
"Chegamos ao limite", afirma coronel sobre possível aquartelamento da Brigada Militar

Outro que estaria na linha de tiro é o autor Aguinaldo Silva. Após o fracasso de O Sétimo Guardião, o autor, com salário altíssimo, estaria na berlinda. A boa notícia é que, mesmo que os contratos sejam encerrados, a Globo deve oferecer benefícios aos demitidos. Segundo o Na Telinha, as demissões começaram de baixo para cima e a emissora já dispensou cem funcionários nesta quarta-feira (6).

(O Dia)

Patrocínio