Ex-Globo quer partido próprio para se candidatar à presidência em 2022 – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Política

Ex-Globo quer partido próprio para se candidatar à presidência em 2022

Ela teve a candidatura impugnada por partido nas eleições de 2018

Publicado há

em

Reprodução

Valéria Monteiro não desistiu de candidatar-se à Presidência da República. Após uma tentativa frustrada em 2014, a jornalista traça um novo planejamento para ter seu nome exibido nas urnas eletrônicas já no próximo pleito.

Segundo o colunista Flávio Ricco, do UOL, Valéria pensa em concorrer ao Planalto já nas eleições de 2022, e pelo próprio partido. Ainda não há informações sobre qual será a nova sigla e nem como ela será criada.

Ex-Globo, Valéria teve a candidatura impugnada pelo Partido da Mobilização Nacional (PMN), sob justificativa de baixa popularidade. Desfiliou-se e foi para o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), de onde saiu em dezembro de 2019.

Valéria recusou ser candidata a vice-prefeita de Campinas nas eleições de 2020, e criticou a presidente do partido na cidade, Teresinha de Carvalho. Para criar a nova sigla, a jornalista terá que recolher, pelo menos, 419 mil assinaturas, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Partido desiste de lançar Valéria Monteiro como candidata

A jornalista e ex-apresentadora do Jornal Nacional, Valéria Monteiro, teve a candidatura impugnada pelo PMN, partido pelo qual foi filiada, durante as eleições presidenciais de 2018.

Na época, segundo o jornal Folha de S. Paulo, a justificativa da sigla foi a baixa popularidade que Valéria teve em pesquisas de intenções de voto para as eleições de outubro. Ela ficou abaixo dos 3%.

“Espero que o partido não se comporte tendo um ‘dono’ e respeite a minha decisão de ser pré-candidata até a convenção”, declarou ela na ocasião. Ele teria que ter tido, pelo menos, o mínimo de 1,5% das intenções de voto.

Fonte: RD1

loading...
Patrocínio

Desenvolvido por: