Empresário morre ao testar tirolesa que seria inaugurada no final de semana no interior do RS – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Notícias

Empresário morre ao testar tirolesa que seria inaugurada no final de semana no interior do RS

Ele vivia em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, com a mulher e duas filhas que o acompanhavam na viagem até Iraí. Além delas, ainda tinha outra filha. 

Publicado há

em

Arquivo Pessoal / Facebook

Um acidente causado em uma demonstração sobre o funcionamento de uma tirolesa acabou deixando uma pessoa morta nesta terça–feira (7). O fato ocorreu em Iraí, no norte do Rio Grande do Sul. A estrutura que tem 1,7m de extensão, seria inaugurada no próximo final de semana e deve ser uma das maiores tirolesas urbanas do país.

De acordo com informações do prefeito da cidade, Antônio Bernardi, a colocação do cabo do equipamento foi finalizada no sábado (4). Na terça, o dono do estabelecimento, que construiu a tirolesa, Sandro Marcos da Silva, foi até o local para treinar os funcionários que iriam lidar com a atividade. Foi então que se colocou à disposição para testar o equipamento, mas acabou caindo.

Ainda de acordo com informações reveladas pelo prefeito, ainda não estão esclarecidas as causas do acidente. O cabo permanece intacto, então a suspeita é de que tenha havido alguma falha no sistema de segurança utilizado no corpo do empresário. A Polícia Civil está investigando o caso e apurando as causas.

A tirolesa de Iraí deve ser uma das mais extensas em perímetros urbanos. Entre os projetos construídos pela empresa de Silva, está a tirolesa entre Rodeio e Benedito Novo, em Santa Catarina, com 2 mil metros.

Ele vivia em Balneário Camboriú, em Santa Catarina, com a mulher e duas filhas que o acompanhavam na viagem até Iraí. Além delas, ainda tinha outra filha.

*Com informações do G1

Patrocínio

Desenvolvido por: