Conheça a história do Bairro Glória
Connect with us

Bairros Poa

Conheça a história do Bairro Glória

Publicado há

em





O atual bairro Glória tem suas origens nos finais do século XIX, desenvolvendose
ao longo da velha Estrada de Belém, a qual fazia a ligação entre Porto Alegre e a
freguesia de Belém Velho.
Em 1883, a viúva e os herdeiros da família Silveira Nunes doaram à Prefeitura um
terreno para abertura de uma nova estrada que ligasse a Cascata com a da Cavalhada,
segmento da atual rua Nunes. A abertura desta rua motivou as primeiras ocupações da
região.




Em 1895, o coronel Manuel Py comprou e loteou um terreno de herdeiros da
família Nunes junto à rua general Gomes Carneiro, correspondendo, hoje, à região do
bairro Medianeira. Há registros que, no ano seguinte, entra em circulação a primeira
linha de bonde, a qual tem seu último ponto no Arraial da Glória, chegando em 1897 até
a Capela Nossa Senhora da Glória. A implantação de transportes nas regiões mais
distantes do centro da cidade foi importante fator para ocupação destas áreas. Mas, o
povoamento do arraial da Glória torna-se mais efetivo a partir de 1935, com início da
implementação do serviço de abastecimento de água.
A denominação do bairro encontra duas versões. A primeira, mais tradicional,
diz que o nome remete à figura da Dona Maria da Glória, esposa do Cel Manoel Py,
dono de um sobrado que servia de referência a região. Quanto à segunda versão, diz o
historiador Sérgio da Costa Franco que a denominação do bairro deu-se por fator
político: Luiz Silveira Nunes, herdeiro da família Nunes, coloca à venda, em 1890, lotes
de terrenos que possuía na estrada da Cascata, denominando o local de Arraial da
Glória, em homenagem a “gloriosa” proclamação da República no ano anterior.




A primeira Igreja da região foi uma pequena capela, com o nome de Nossa
Senhora da Glória, construída entre 1893 e 1894, em área reservada para esse fim,
tornando-se paróquia em 1916. Neste mesmo ano, iniciam-se as obras para construção
do templo, que permanece até hoje como sede paroquial, localizada na avenida Oscar
Pereira. Outro local de devoção católica no bairro é a Gruta Nossa Senhora de Lourdes
que, nos primeiros domingos do mês de maio, é local de romaria de fiéis. Trata-se de
uma das muitas cópias baseadas na gruta original, localizada na França. Próximo à ela,
temos o Hospital da Divina Providência, inaugurado no ano de 1969, situado em uma
bela área verde, e cuidado por irmãs cuja congregação leva o mesmo nome. Duas
tradicionais escolas estão sediadas na região: o Colégio Nossa Senhora da Glória, que
iniciou suas atividades em 1928 como Colégio Santa Terezinha, recebendo seu nome
atual em 1946 e o Colégio Marista Assunção, fundado em 1951 e que se localiza ao
lado da Igreja Nossa Senhora da Glória.




O bairro foi criado oficialmente pela lei n.º 2.002 em 12/07/1959 e teve seus
limites alterados em 1963. Popularmente, é mais amplo que seus limites oficiais,
estendendo-se para os bairros Cascata, Coronel Aparício Borges e Medianeira, bairros
surgidos do desdobramento do antigo arraial da Glória, à exceção do último, criado e
delimitado oficialmente em 1957.
Bairro basicamente residencial, dispondo de pequeno comércio e serviços, a
Glória tem como característica sua organização comunitária: a falta de serviços básicos
como água, esgoto, luz e transporte, foram fundamentais para organização desses
movimentos na Grande Glória, culminando com a formação do Conselho da Glória. Sua
expansão de limites oficiais para os arredores, a partir da década de 1980, foi na busca
de melhorias infra-estruturais para região. Também nos anos de 1980, aumenta a
ocupação nas encostas do Morro da Glória (popularmente conhecido como Morro da
Polícia). Nos últimos anos, o movimento comunitário e as Associações de moradores da
Glória ampliaram sua ação, realizando, atualmente, diferentes trabalhos para os
moradores da região e arredores, sobretudo assistência à mulher, crianças e
adolescentes. (PMPA)

Notícia Relacionada:
Servidores do Tribunal de Justiça do RS entram em greve nesta terça-feira




Patrocínio