Confira com cuidados na rotina de animais domésticos no inverno
Connect with us

Variedades

Confira com cuidados na rotina de animais domésticos no inverno

No inverno, roupas adequadas ajudam os animais domésticos a enfrentarem o frio

Publicado há

em

Foto: Reprodução

O início oficial do inverno, com previsão de tempo mais úmido e frio, exige dos tutores de animais domésticos mais atenção a detalhes, incluindo, desde a alimentação aos cuidados de saúde, higiene e uso de roupas especiais. Cães e gatos, mesmo aqueles habituados ao uso de vestimentas de algodão, podem ser alérgicos a lã ou tecidos sintéticos. Também na hora de escolher roupas quentes é preciso evitar a formação de nós em animais de pelagem longa.

Vacinação – O gestor da Diretoria Geral de Direitos Animais, médico veterinário Bruno Wagner, alerta que, mesmo nas estações mais frias, não se de deve descuidar no controle de ectoparasitas como pulgas, carrapatos e mosquitos. O recomendável é manter o uso de coleiras inseticidas e produtos tópicos. “Embora haja uma redução, eles continuam no ambiente provocando doenças e processos alérgicos”, explica.

Leia:
Confira as regras dos shoppings que aceitam circulação de pets no interior dos estabelecimentos

Gripe – Animais também podem enfrentar problemas de gripe. Em caso de temperatura corpórea do cão ou gato mais elevada, esta deve ser aferida com o uso de termômetros locais adequados e não pelo nariz como muitos tentam. O animal com febre fica abatido, diminui a alimentação e deve ser encaminhado para consulta.

Medicação – Outro erro é o uso de substâncias anti-inflamatórias que podem provocar o óbito da mascote, vitima de perfuração gástrica. Os felinos, por exemplo, são intolerantes a medicações como o paracetamol. A quantidade e o tipo de ração oferecida aos animais deve ser a mesma nas quatro estações do ano e os passeios diários, preferencialmente, devem acontecer em horários de sol.

Leia:
Petiskeira encerra atividades no Centro de Porto Alegre após 10 anos

Higiene – Outro cuidado importante é o banho. Se os dias são mais úmidos, secar bem o animal, após uma ducha com água morna, afasta a possibilidade de fungos na pele e doenças como otite. E na hora da lavagem, o mais indicado é a utilização de produtos leves como o sabão de coco ou glicerina. (PMPA)

Patrocínio