Comprovada morte por asfixia da menina Naiara
Connect with us

Polícia

Comprovada morte por asfixia da menina Naiara

Publicado há

em

Créditos da foto da notícia: Foto: Arquivo Pessoal.





De acordo com o laudo referente à morte da menina Naiara Soares Gomes, de apenas sete anos de idade, a morte dela foi causada por asfixia mecânica e fratura na cervical. Conforme o delegado responsável pelas investigações, Caio Márcio Fernandes, o laudo é condizente com o depoimento do homem preso.

“Durante o ato sexual, a narrativa dele é condizente com o resultado do laudo, pois ele diz que por ela chorar ele tentou abafar o som, tapando sua boca e o nariz. Ao pressionar a boca e o nariz dela, em razão da superioridade física, é possível que além de fraturado a cervical, tenha a sufocado também”.




O autor confesso do crime, Juliano Vieira Pimentel de Souza, 31, está preso, e o inquérito deve ser finalizado até sexta-feira. As investigações descartaram totalmente o possível envolvimento da esposa do criminoso. A menina foi raptada na manhã de nove de março quando seguia a pé para a escola na zona sul da cidade. Ela foi levada pelo homem até a casa dele e nessa residência foi estuprada e morta. O corpo estava nas proximidades da represa do Faxinal, encontrado doze dias depois de seu sumiço.



Leia:
Homem condenado por matar motorista de lotação é preso em ponto de tráfico na Capital
loading...
Patrocínio