Começam obras inéditas de requalificação em ruas e avenidas de Porto Alegre – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Trânsito

Começam obras inéditas de requalificação em ruas e avenidas de Porto Alegre

O estudo utilizou um equipamento chamado deflectômetro de impacto, que, ao passar pelas ruas, simula o impacto de uma roda em movimento com carga pré-determinada.

Publicado há

em

Foto: Cesar Lopes/PMPA

A Prefeitura de Porto Alegre iniciou, nesta quinta-feira, 9, obras inéditas de requalificação estrutural em trechos de sete importantes ruas e avenidas. O investimento é de R$ 23 milhões. Os lotes 1 e 2 contemplam trechos das avenidas Ipiranga, Nilo Peçanha, Protásio Alves, Antônio de Carvalho, Bento Gonçalves, rua Bernardino Silveira Amorim e Estrada João de Oliveira Remião. O prefeito Nelson Marchezan Júnior acompanhou o começo dos serviços na avenida Bento Gonçalves. Na próxima segunda-feira, 13, se iniciam os trabalhos na Nilo Peçanha. As obras têm duração prevista de um ano.

Os recursos vêm de parceria da Capital com a Corporação Andina de Fomento (CAF). Além disso, a prefeitura segue em busca de novas operações de crédito para outros lotes já programados. “Arrumamos a casa, equilibrando as contas da prefeitura, o que nos abriu acesso a novos financiamentos que agora permitem investir no presente e no futuro da cidade”, diz Marchezan.

Diagnóstico – O secretário municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Marcelo Gazen, lembra que, nos últimos 20 anos, Porto Alegre não investiu nesse tipo de requalificação estrutural das vias. A necessidade foi levantada a partir de um diagnóstico feito pela Diretoria-Geral de Conservação de Vias Urbanas (DGCVU), que apontou que 80% das vias de Porto Alegre estão com a malha viária vencida.

O estudo utilizou um equipamento chamado deflectômetro de impacto, que, ao passar pelas ruas, simula o impacto de uma roda em movimento com carga pré-determinada. Os transdutores de velocidade do equipamento (espécie de receptores) captam o sinal de retorno da via e conseguem, através das vibrações, identificar se ela precisa de recuperação desde a base do solo, a chamada requalificação estrutural. “Esse estudo de deflexão se aplica em 20% dos casos. Se o problema no asfalto é apenas superficial, se resolve com a requalificação funcional, ou seja, fresando e colocando uma malha nova. Isso é o que será feito nas demais situações”, explica o engenheiro Nilton Magalhães, diretor da DGCVU.

A requalificação estrutural das vias de Porto Alegre é fundamental para evitar buracos no asfalto. “Nesse trabalho, será aplicado o polímero, que vai aumentar em quase 50% a duração do asfalto”, destaca o engenheiro. A recuperação estrutural envolve obras no subleito, base, revestimento asfáltico, drenagem e acessibilidade de ruas e avenidas. “Outro ponto importante é a garantia de 10 a 15 anos da malha viária recuperada”, acrescenta Magalhães.

Marchezan ressalta que mais de 1 milhão de pessoas serão beneficiadas, pois as vias a serem requalificadas recebem boa parte do transporte público e são as principais avenidas de circulação dos veículos individuais. “Projetos estruturantes como este tornam Porto Alegre melhor para a gente viver, agora e no futuro”, afirma o prefeito.

Trânsito – Em função das obras, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) bloqueou uma faixa na avenida Bento Gonçalves, entre as avenidas Cristiano Fischer e Antônio de Carvalho, e meia pista na avenida Nilo Peçanha, entre a rua Tomaz Gonzaga e a avenida Carlos Gomes.

As intervenções, que ocorrem das 9h às 16h a partir desta quarta-feira, na Bento Gonçalves, no sentido Centro-bairro, e na próxima segunda-feira, 13, na Nilo Peçanha, no sentido bairro-Centro, serão sinalizadas com as devidas indicações. Agentes de fiscalização da EPTC também vão orientar a circulação de veículos para minimizar eventuais impactos no trânsito.

As empresas Schaeffer Construções Ltda. e Toniolo Busnelo S/A receberão, respectivamente, R$ 11.819.868,69 e R$ 12.071.379,15 para trabalhar nos lotes 1 e 2 do projeto. (PMPA)

Patrocínio

Desenvolvido por: