Começam as obras de revitalização da Usina do Gasômetro – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Notícias

Começam as obras de revitalização da Usina do Gasômetro

Ponto turístico da Capital receberá reforma com investimentos de R$11,5 milhões

Publicado há

em

Foto: Cesar Lopes/PMPA

O prefeito Nelson Marchezan Júnior acompanhou nesta sexta-feira, 10, o início das obras de revitalização da Usina do Gasômetro. Esta será a maior intervenção realizada nos mais de 90 anos do prédio, que está fechado desde 2017. O espaço passará por recuperação, qualificação e modernização. A previsão de entrega é 14 meses a partir da ordem de início, quando será reaberto ao público.

A reforma de um dos cartões-postais de Porto Alegre tem investimentos estimados em R$ 11,5 milhões, sendo R$ 10,5 milhões do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e R$ 1 milhão de recursos próprios da prefeitura. Segundo Marchezan, a recuperação da Usina é um marco inicial da revitalização da Orla do Guaíba. O trecho 1 já foi entregue, o trecho 3 está com obras em andamento e o edital do trecho 2, que contará com roda gigante, será publicado em breve.

“A usina terá um viés cultural, mas também será um espaço de inovação, que é um fator de competitividade de atração de investimentos e de qualidade de vida para os porto-alegrenses”, diz o prefeito. Ele também destaca que se trabalha para que o prédio seja um local onde as pessoas possam entender de onde vem a cidade e para onde ela vai nos próximos anos.

Todos os espaços ganharão equipamentos modernos, mas manterão a essência de exibição de espetáculos experimentais. A ideia é que, com as operações comerciais, a Usina se torne financeiramente sustentável. Para maior segurança, está prevista a modernização da infraestrutura do prédio. O cinema, por exemplo, vai sair do terceiro andar e ir para o térreo (embaixo do teatro). Duas novas escadas, uma voltada para os trilhos do aeromóvel e outra para acesso ao terraço, reforçarão a independência dessa área. A empresa vencedora do contrato é o Consórcio RAC/Arquibrasil.

O secretário municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim), Marcelo Gazen, explica que esta semana começou a fase de fechamento dos tapumes e limpeza. Após, serão feitas algumas demolições internas e no final de fevereiro se iniciam as alterações estruturais. “Vamos entregar aos porto-alegrenses um ambiente cultural e multiuso”, diz ele. Também acompanharam a visita do prefeito o secretário municipal da Cultura, Luciano Alabarse, o secretário-adjunto da Smim, Nelcir Tessaro, e o diretor da usina, Mauro Ochman.

O que vai mudar na estrutura do prédio:

– Todos os espaços 100% acessíveis a pessoas com deficiências
– Assentos e pergolados para apreciar a vista do Guaíba
– Entrada principal voltada à Orla Moacyr Scliar
– Teatro Elis Regina, no formato de arena. Os assentos poderão abrigar até 300 pessoas
– Restaurante com vista panorâmica no quarto andar e café com vista para a Rua da Praia
– Duas novas escadas, uma voltada para os trilhos do aeromóvel e outra para acesso ao terraço
– Sala de cinema P.F. Gastal será requalificada e mudará do terceiro andar para o térreo
– Diversas áreas de exposição, foyer, e espaços multiusos, sala de dança e áreas técnicas

Patrocínio

Desenvolvido por: