Clareamento caseiro com carvão ativado pode desgatar os dentes
Connect with us

Notícias

Clareamento caseiro com carvão ativado pode desgatar os dentes

Especialista contesta fórmulas que prometem clarear os dentes com segurança

Publicado há

em

cerro_photography/istock

Produtos milagrosos que prometem clarear os dentes frequentemente aparecem no mercado. São, no geral, opções mais em conta e acessíveis que o clareamento a laser realizado no consultório odontológico ou feito com moldeiras. Uma das últimas novidades que causou um burburinho na internet foi a pasta de carvão ativado, que – além da promessa de clareamento – diz auxiliar no combate à placa bacteriana.

Esse argumento é defendido por marcas como Carbon Coco, Curaprox, ambas com produtos similares à pasta de dente tradicional, só que na cor preta. Mas será que esses produtos funcionam mesmo? E são seguros?

A promessa de clarear os dentes é tentadora, mas deve ser vista com cautela, já que não há evidências científicas que provem sua eficiência. De acordo com o especialista em Implantodontia e Estética Fernando Reis, essas pastas não passam de marketing. “O carvão é extremamente duro, ou seja, abrasivo, portanto não clareia os dentes É lógico que se tiver um mancha no esmalte, pode até ser que ele remova por abrasão, mas pode, sim, prejudicar o esmalte dentário”, alerta.

Notícia Relacionada:
Lya Luft se recupera bem de infarto que sofreu na quarta-feira

O que é carvão ativado?

Embora de aspecto parecido, o carvão ativado utilizado nesses produtos não é o mesmo da churrasqueira. A fórmula do carvão da pasta se dá através da queima de matérias orgânicas, como madeiras e cascas de coco, em temperaturas elevadas. O resultado dessa queima é um pó a forma de carbono puro de grande porosidade. Costuma ser muito utilizado em sistemas de filtragem de água.

Clareamento em consultório

O mais seguro para quem quer branquear os dentes é em optar por uma alternativa indicada e orientada por um dentista. A partir de uma avaliação, é possível definir o melhor tratamento clareador ou uma combinação deles para cada paciente.

O que realmente clareia, segundo o especialista Fernando Reis, é o peróxido de hidrogênio utilizado em moldeiras e no tratamento a laser. “Em contato com os pigmentos dentários, o oxigênio quebra as moléculas escuras, dos pigmentos, as dissolvendo”, explica.

A diferença entre os métodos é a concentração utilizada e o tempo de ação dos produtos, podendo causar sensibilidade temporária, um dos principais motivos para o tratamento ser muito bem supervisionado pelo profissional.

Notícia Relacionada:
Vereador é flagrado pulando cerca na Câmara de Porto Alegre

Entre os tratamentos possíveis estão:

  • Gel de Peróxido de Hidrogênio

O agente clareador utilizado é o peróxido de hidrogênio. Pode ser usado no consultório ou em casa (método caseiro), desde que bem supervisionado pelo profissional. É um método mais rápido, porém de maior sensibilidade. O número de visitas necessárias e a duração das aplicações podem variar muito com a idade e o grau de escurecimento dos dentes, entre outros fatores. Portanto, não é possível determinar o tom final do clareamento, o que depende da resposta biológica de cada pessoa. As duas arcadas dentárias são clareadas simultaneamente.

  • Clareamento com Gel de Peróxido de Hidrogênio e Luz (Laser, LED ou Luz Halógena)

No tratamento realizado no  consultório,  é utilizado o aparelho à laser para acelerar a ação do gel clareador concentrado. Neste caso, o resultado desejado pode ser obtido em apenas uma sessão, sendo feitas as duas arcadas simultaneamente. A vantagem, além da rapidez, é a ausência de moldeiras. Geralmente é utilizado o método conjugado, ou seja, o de consultório + o método caseiro (moldeiras).

  • Em Casa sob Orientação – Método Caseiro
Notícia Relacionada:
INSS afirma que há “corrida” pela aposentadoria e nega mais da metade dos pedidos

Uma terceira opção é fazer o tratamento supervisionado em casa. Neste caso, são fornecidas as moldeiras, o gel clareador e as instruções de aplicação. Normalmente, o produto é aplicado diariamente por no mínimo 30 minutos, dependendo da concentração do gel clareador indicado. O clareamento é feito na arcada superior e inferior. O resultado esperado é alcançado em torno de 15 dias,  iniciando por uma concentração mais baixa para poder modular o grau de sensibilidade. O agente clareador, nesse caso, é o Peróxido de Carbamida.

É preciso ter sempre em mente que o clareamento não é definitivo. Para evitar que os dentes voltem a escurecer é importante fazer as manutenções de forma adequada. Além dos cuidados básicos, como escovar os dentes após as refeições, é preciso pensar na escolha dos alimentos, que também podem influenciar nos resultados, escurecendo e manchando o esmalte com o tempo e a frequência. Café, chá, refrigerantes, açaí e vinho tinto, por exemplo, devem ser evitados, bem como o tabaco ou cigarro.

Fonte: Catracalivre

loading...
Patrocínio