Carnaval de Rua terá sol, calor e desfiles na Orla da Capital – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Cultura

Carnaval de Rua terá sol, calor e desfiles na Orla da Capital

O público que participar da folia terá à disposição uma estrutura montada com banheiros químicos, segurança privada, equipes de apoio, espaço de concentração e dispersão com food park e pontos de iluminação e sonorização, além de duas UTIs móveis, caminhão-bar e trio elétrico.

Publicado há

em

Compartilhe 📣
  • 1.4K
    Shares

O Carnaval de Rua de Porto Alegre continua programação nos Circuitos Orla e Centro Histórico, no próximo final de semana. No sábado e domingo, dias 16 e 17 de março, na Orla do Guaíba, desfilam Bloco do Bartira, Puxa Que É Peruca, Tem Tudo Para Dar Errado, Os Dinobicos e Gonhas da Folia. Já no Circuito Centro Histórico será a vez do bloco Olha o Passarinho do Mário animar os foliões, no sábado à tarde. Para deixar a festa ainda mais animada, a previsão é de sol e calor neste final de semana.

Estrutura – O público que participar da folia terá à disposição uma estrutura montada com banheiros químicos, segurança privada, equipes de apoio, espaço de concentração e dispersão com food park e pontos de iluminação e sonorização, além de duas UTIs móveis, caminhão-bar e trio elétrico. O Carnaval de Rua tem o patrocínio da Skol, o apoio do Grupo Austral e do Opinião, a promoção da Impacto Vento Norte e a realização da prefeitura de Porto Alegre.

Programação:

16 de março, sábado

Circuito Centro Histórico 

Olha o Passarinho do Mário, 16h – Concentração na Casa de Cultura Mario Quintana. Desfile das 17h às 21h.

O bloco Olha o Passarinho do Mário foi criado em 2012 e desfilou pela primeira vez um ano depois. O grupo, com uma proposta bastante flexível e colaborativa, não possui instrumentos pré-definidos e estimula que os seus integrantes construam os seus próprios, com objetos de casa. O Olha o Passarinho do Mário é conhecido do público e já se apresentou em outros Carnavais da cidade.

Circuito Orla

Bloco do Bartira, 14h – Concentração na avenida Edvaldo Pereira Paiva, em frente à pista de skate do Parque Marinha do Brasil. Desfile das 15h às 18h.

Reunindo amigos das cidades de Guaíba e Gravataí, o Bloco do Bartira está completando dois anos de atividade em 2019, com o compromisso de levar alegria e diversão para o público. Eles já se apresentaram em outras cidades do Interior, como Eldorado do Sul e Butiá, e costumam executar sambas antigos, hits atuais e o hino do bloco em suas apresentações.

Puxa Que É Peruca, 16h – Concentração na avenida Edvaldo Pereira Paiva, em frente à Praça do Canhão do Parque Marinha do Brasil. Desfile das 18h às 23h.

Formado em 2015 por três amigos que sempre gostaram de frequentar o Carnaval de Rua de Porto Alegre, o Puxa Que é Peruca está levando para o Circuito Orla diversas atrações de renome nacional, como as cantoras de funk Inês Brasil e Cariúcha. O grupo, que reuniu 24 mil pessoas no seu desfile do ano passado, também carrega na rua a bandeira LGBTQ+ e da inclusão.

17 de março, domingo

Circuito Orla


Tem Tudo Para Dar Errado, 13h – 
Concentração na avenida Edvaldo Pereira Paiva, em frente à pista de skate do Parque Marinha do Brasil. Desfile das 14h às 17h.

Em atividade desde 2014, o bloco Tem Tudo Para Dar Errado é formado por músicos, produtores, garçons e trabalhadores da noite porto-alegrense. Sempre reunindo convidados especiais em suas apresentações, costumam executar clássicos do samba, do pagode e marchinhas de Carnaval.

Os Dinobicos, 15h – Concentração na avenida Edvaldo Pereira Paiva, em frente à Praça do Canhão do Parque Marinha do Brasil. Desfile das 17h30 às 20h30.

Formado inicialmente por ritmistas da Imperadores do Samba, o bloco Os Dinobicos tem a proposta de resgatar a história do Carnaval de Porto Alegre. O grupo reúne músicos da velha guarda, que estão em atividade desde as décadas de 70 e 80, e costuma executar diversos sambas antigos, homenageando as escolas de samba da Capital em seus desfiles.

Gonhas da Folia, 17h – Concentração na avenida Edvaldo Pereira Paiva, em frente à pista de skate do Parque Marinha do Brasil. Desfile das 20h30 e 23h30.

Fundado em 2016, o bloco é oriundo das escolas de samba Garotos da Orgia e Acadêmicos da Orgia, ambas de Viamão. O nome do grupo é uma homenagem a Cegonha, jogador do time de futebol Associação Atlética Lisboa. Foi nos jogos, nos treinos e nos churrascos dos amigos boleiros que surgiu a ideia de criar o bloco. O Gonhas da Folia também realiza trabalhos sociais nas comunidades da Vila Cruzeiro e Vila Bom Jesus.


Compartilhe 📣
  • 1.4K
    Shares
Patrocínio
Patrocínio
Patrocínio