Bolsonaro deve desistir de indicação do filho para embaixada do Brasil nos EUA
Connect with us

Política

Bolsonaro deve desistir de indicação do filho para embaixada do Brasil nos EUA

Presidente critica parecer da Consultoria do Senado que considerou nomeação nepotismo, mas reconhece possibilidade de derrota: ‘Eu não quero submeter meu filho a um fracasso’

Publicado há

em

Foto: Amanda Perobelli | Reuters

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (20) a possibilidade de desistir de indicar o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para a embaixada do Brasil nos Estados Unidos, caso não tenha garantia de aprovação do filho pelo Senado. O presidente disse que não deseja submeter o filho a um “fracasso”.

A ideia do presidente de indicar o filho para o posto foi anunciada em julho. De lá para cá, o nome do deputado recebeu o aval do governo dos Estados Unidos e elogios do presidente norte-americano, Donald Trump. No entanto, a indicação ainda não foi formalizada pelo governo brasileiro ao Senado, responsável por sabatinar e aprovar futuros embaixadores. O Palácio do Planalto afirma que ainda não há maioria para aprovação do nome de Eduardo.

Notícia Relacionada:
Acabou a mamata: Deputada Carla Zambelli fura concurso e consegue vaga para filho em Colégio Militar

Na saída da residência oficial do Palácio da Alvorada, o presidente foi questionado por jornalistas se poderia desistir da indicação. “Tudo é possível”, respondeu. “Eu não quero submeter o meu filho a um fracasso. Acho que ele tem competência”, completou Bolsonaro.

Em busca de apoio, nos últimos dias Eduardo tem intensificado visitas a gabinetes de senadores. Bolsonaro, por sua vez, diz que não tem pressa em enviar para o Senado a mensagem de indicação do filho. (O Sul)

Patrocínio