Bolsonaro anuncia fim dos radares móveis no País e governo do RS publica edital para reinstalação dos equipamentos – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Política

Bolsonaro anuncia fim dos radares móveis no País e governo do RS publica edital para reinstalação dos equipamentos

Anúncio foi feito durante a entrega da duplicação da BR-116, em Pelotas

Publicado há

em

Foto: Felipe Nabinger | GES

Em visita ao Rio Grande do Sul nesta segunda-feira (12), o presidente Jair Bolsonaro afirmou que não haverá mais radares móveis no País a partir da próxima semana. Bolsonaro participou da inauguração das obras de duplicação da BR-116, em Pelotas, ocasião em que fez o anúncio.

“Essa máfia de multas, que vai para o bolso de alguns poucos nessa nação. É uma roubalheira essa verdadeira indústria de multas que existe no Brasil. Anuncio para vocês que, a partir da semana que vem, não teremos mais radares móveis no Brasil”, completou, sem dar mais detalhes de como pretende implementar a medida.

“Essa covardia de ficar num descidão, no final de um retão alguém atrás de uma árvore para multar vocês não existirá mais. Estamos com projeto na Câmara e vai passar por essa bancada maravilhosa que está aqui também”, continuou.

RS publica edital

Apesar do anúncio do presidente, o governo do RS publicou, nesta segunda (12), novos editais para a reinstalação de 93 controladores de velocidade nas estradas estaduais. Dividida em dois editais, a primeira licitação terá as propostas conhecidas em 22 de agosto. Também está previsto no edital a instalação de 16 câmeras de monitoramento e 16 dispositivos de leitor automático de placas.

Ambas as propostas são para monitoramento na RS-030 (entre Osório e Tramandaí); RS-040 (entre Viamão e Pinhal); RS-122 (entre Portão e Caxias do Sul); RS-239 (entre Novo Hamburgo e Rolante); RS-240 (entre São Leopoldo e Montenegro); RS-389 (entre Osório e Torres) e na RS-453 (entre Venâncio Aires e Tainhas).

Já o segundo edital receberá as propostas em 23 de agosto. No total, serão 25 faixas monitoradas, também com previsão de câmeras de monitoramento (nove) e dispositivos de leitor automático de placas (nove).

O investimento previsto total será de R$ 8,48 milhões durante dois anos, num gasto mensal de R$ 353,52 mil. Há previsão de possibilidade de prorrogação por mais dois anos. (O Sul)

Patrocínio

Para você

Patrocínio
Patrocínio