Bolsa-auxílio incentiva jovens a multiplicar práticas contra violência – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Notícias

Bolsa-auxílio incentiva jovens a multiplicar práticas contra violência

Publicado há

em

Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini
Compartilhe 📣
  • 78
    Shares

O governo do Estado entregou, nesta segunda-feira (18), o segundo lote dos cartões da bolsa Jovem Multiplicador, do Programa de Oportunidades e Direitos (POD). No total, 135 jovens dos Centros da Juventude que atuam como multiplicadores da cultura da paz e de não violência nos territórios onde residem receberam os cartões. Em dezembro, 49 adolescentes já tinham recebido, ampliando, assim, o número para 184 bolsistas.

A meta é que, por semestre, 57 jovens de cada um dos seis Centros de Juventude do POD atuem como multiplicadores. Os selecionados recebem R$ 598 por mês – e este eixo pode vir a beneficiar até 342 adolescentes.

Os centros Cruzeiro, Lomba do Pinheiro, Restinga e Rubem Berta ficam em Porto Alegre, e outros dois, em Viamão e Alvorada. Cada um dos seis Centros da Juventude deve atender, no mínimo, 600 jovens por ano, em cursos profissionalizantes e atividades de artes, cultura, esportes, cidadania e lazer. Os centros funcionam, por enquanto, em espaços provisórios, e a previsão é de que as sedes próprias sejam entregues no próximo mês.

O governador Eduardo Leite agradeceu a presença dos jovens, que vieram ao Palácio Piratini para receber os cartões. “Fico feliz de ver a energia neste salão, que ganha vida com a presença de vocês”, disse. Para Leite, a importância do programa se traduz na relevância individual que cada um representa. “Mudamos o mundo quando fazemos a diferença em nossa comunidade, em nossa escola, em nossa cidade. Se cada um de vocês mobilizar pelo menos uma pessoa, garanto que isso fará diferença para a humanidade”, exaltou.

O secretário estadual de Justiça, Cidadania e Direitos Humanos, Catarina Paladini, enalteceu o compromisso do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), parceiro do programa, em investir em políticas de afirmação, em medidas compensatórias e na área da segurança. Além disso, agradeceu o engajamento de cada um dos jovens e dos envolvidos no programa. “Cada dia que vocês se entregam a essa atividade, nos ensinam a lutar, a perseverar e a sonhar, e é disso que precisamos.”

O foco do POD está em jovens de 15 a 24 anos em situação de vulnerabilidade econômica social e as comunidades às quais eles pertencem. É uma política pública que proporciona uma abordagem integrada e sistêmica para reduzir a violência e o envolvimento de jovens com o crime, como vítimas e como agressores.

Na cerimônia de entrega, dez estudantes foram convidados a representar os centros de juventude – cinco receberam os cartões, e outros cinco fizeram breves discursos de agradecimento. Representando o CJ Lomba do Pinheiro, Lucas da Silva agradeceu a oportunidade. “Mudou muito o meu dia a dia. Minha rotina é mais disciplinada agora”, disse.

Como funciona o Eixo Jovem Multiplicador

Neste segundo lote, 135 jovens passam a ter direito à bolsa de R$ 598. Serão selecionados, por semestre, 57 jovens de cada Centro da Juventude do POD (Cruzeiro, Lomba do Pinheiro, Restinga, Rubem Berta, Alvorada e Viamão). Eles participam da formação para atuar como lideranças e devem cumprir 380 horas de atividades de mobilização comunitária, em espaços de construção e decisão democrática como fóruns e conselhos, ações de artes, cultura, esportes, lazer e ocupação dos espaços públicas, no fomento e incentivo ao empreendedorismo juvenil, sustentável e desenvolvimento dos territórios, além de divulgação do POD e sensibilização de outros jovens.

O que é o POD

O POD foi criado para melhorar a qualidade de vida dos jovens gaúchos e garantir dignidade e desenvolvimento para muitas famílias. O foco é o crescimento pessoal e profissional dos participantes, além do fortalecimento da segurança e da modernização da estrutura e do sistema socioeducativo. Regulamentado pelo Decreto 52.010/2014, o projeto conta com investimento de US$ 56 milhões do BID. A contrapartida do Estado é de US$ 6 milhões.

Com investimentos em educação, esporte, cultura, empreendedorismo, segurança pública e atendimento socioeducativo, o POD atua como uma política pública pioneira e completa para criar oportunidades aos jovens e melhorar a qualidade de vida das comunidades.

O programa também prevê a construção de Centros da Juventude em seis territórios com maior índice de mortes violentas de jovens no Estado. Uma estimativa aponta que 40% dos homicídios com vítimas entre 15 e 24 anos ocorram nesses locais. Atualmente, mais de 1,5 mil jovens estão matriculados nos cursos profissionalizantes oferecidos pelos centros. Até agora, 6,6 mil adolescentes já foram atendidos pelos CJs, e 2,2 mil se formaram em cursos profissionalizantes.

Além do foco profissionalizante, o POD estimula a formação e qualificação de efetivos policiais e a qualificação do sistema socioeducativo. No âmbito da segurança, já foram entregues as bases de policiamento comunitário do 18º BPM (Viamão) e do 20º BPM (Rubem Berta). Está prevista a construção da Delegacia Cidadã da Lomba do Pinheiro e a implantação de outras três bases móveis nos outros territórios. Também serão construídos três novos centros de internação socioeducativa, em Osório, Santa Cruz do Sul e Viamão.


Compartilhe 📣
  • 78
    Shares
loading...
Patrocínio
Patrocínio
Patrocínio

Patrocínio