Bloqueio de avenida de Porto Alegre para evento “Pokémon Go” vai até domingo – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Trânsito

Bloqueio de avenida de Porto Alegre para evento “Pokémon Go” vai até domingo

Lentidão causa transtornos na região

Publicado há

em

Créditos da foto da notícia: Google.

A Empresa Pública de Transporte e Circulação de Porto Alegre (EPTC) bloqueia, a partir desta sexta-feira, a avenida Edvaldo Pereira Paiva entre a Usina do Gasômetro e o estádio Beira-Rio. O bloqueio ocorre desde as 8h30min de hoje e segue até a noite de domingo (20h).

A interrupção da avenida Edvaldo Pereira Paiva vai da rótula João Belchior Marques Goulart até a rua Nestor Ludwig. Hoje pela manhã diversos relatos de seguidores de que a região está totalmente congestionada, quem tiver que ir pela região pegue vias alternativas.

Saiba mais sobre o Evento:

A partir desta sexta-feira, 25, milhares de pessoas vão circular pela Orla do Guaíba, para “caçar Pokémons”. O evento internacional acontece pela primeira vez na América Latina e o cenário escolhido é Porto Alegre. Nesta quinta-feira, 24, o prefeito Nelson Marchezan Júnior recepcionou o vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da Niantic, Omar Tellez, no Paço Municipal. O prefeito agradeceu a empresa por escolher a cidade, entre tantas no mundo. “Este é mais um grande evento que acontece na Capital gaúcha, ajudando a promover e consolidar a cidade como destino para estes encontros. É mais uma oportunidade para conhecer e divulgar Porto Alegre mundialmente” disse Marchezan.

Para o local ser escolhido, houve o consenso de três empresas globais. A Niantic, sediada nos Estados Unidos, a RedPeg, que fica na Inglaterra e a Pokémon do Japão. Omar Tellez, vice-presidente de Desenvolvimento de Negócios da Niantic, foi quem articulou a vinda do evento para o Brasil. Ele é um colombiano, criado nos Estados Unidos, com mãe carioca. Conheceu o prefeito quando testou na Capital gaúcha um aplicativo chamado Capester, protótipo para o Detetive Cidadão. Tellez destacou que ficou impressionado com a Orla do Guaíba. “Não vimos até hoje em nenhum lugar do mundo um local mais apropriado para realizar este evento”. Destacou ainda que ficou impressionado com a repercussão e que não esperava que tivesse mais de cem mil inscritos. O entusiasmo é tanto que querem transformar a Capital como destino anual do evento.

Leia:
Motorista colide em carro estacionado na Assis Brasil e complica trânsito na região

A Niantic destacou a infraestrutura tecnológica da cidade, considerando a melhor das capitais brasileiras. As empresas Claro, Vivo e Tim deram todo suporte para criar condições de conectividade adequadas para a realização do evento. Apesar de ser uma produção global, os organizadores fizeram questão de contratar empresas locais para realização do evento em Porto Alegre. Toda cadeia envolvida nos três dias do Pokémon Go Safari Zone são do Rio Grande do Sul. Foram criados cerca de 200 empregos temporários para este período.

Foram distribuídos 25 mil ingressos para os três dias de evento. A expectativa, no entanto, é que o público seja superior, pois muitos jogadores estarão acompanhados. A empresa ofereceu também um diferencial para quem escolheu se inscrever pelo aplicativo #EuFaçoPoa, da prefeitura. Todos os inscritos – cerca de 2 mil – por este canal receberam ingressos para o evento. Luis Grisólio, diretor comercial da Rádio Guaíba, é jogador e definiu o evento como “a Copa do Mundo para quem joga Pokémon”.




A organização do evento será a responsável por todos os custos da realização do jogo. Para os serviços que envolvem a prefeitura, serão repassadas contrapartidas para execução dos trabalhos. Para a Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade, o valor é de R$ 36.549,62, referente à compensação ambiental. Ao Departamento de Limpeza Urbana a contrapartida referente ao acompanhamento nos três dias de evento, com reforço no número de garis e de lixeiras instaladas no local, o valor é de R$ 10.775,77. Para a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) será repassado o valor de R$ 5.000,00 referente à utilização de viaturas, motocicletas e agentes extras para trabalharem na fiscalização de trânsito. O total dos recursos é de R$ 52.325,39.

Leia:
Cerca de 100 mil veículos devem trafegar pela Freeway neste feriadão

A segurança será privada, contratada pela Niantic. Além disso, contará com a Brigada Militar para monitoramento. A GM, no entanto, vai atuar com reforço no efetivo e acompanhamento das 25 câmeras de segurança instaladas na Orla. A delimitação territorial do Guaíba contribui, pois o lago delimita naturalmente um dos lados do campo por onde circularão os participantes, deixando para a segurança atuar em uma área controlada.

Surpresas para quem vêm a Porto Alegre

A Niantic está preparando surpresas especiais para o Pokémon Go Safari Zone em Porto Alegre. Uma das promessas do evento é a aparição de Pokémons raros, como por exemplo o Unown, que imita letras do alfabeto. Ele não pode ser encontrado em nenhum lugar do mundo e aparece apenas nos eventos que a empresa decide liberá-lo.

Leia:
Quatro ruas estão parcialmente bloqueadas em Porto Alegre por causa de queda de árvore

Com este Pokémon podem ser formadas as palavras que a desenvolvedora deseja promover, e a desse evento ainda é surpresa, mas já geram especulações por parte dos jogadores. “Será que será ILOVEPOA? PORDOSOL? ORLADOGUAIBA? PORTOALEGRE?” Os cerca de 25 mil participantes que garantiram ingresso serão os primeiros a saber.

Também participaram do evento o secretário do Meio Ambiente e da Sustentabilidade, Maurício Fernandes; de Comunicação, Orestes de Andrade Júnior; de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi;Serviços Urbanos, Ramiro Rosário; Desenvolvimento Econômico, Eduardo Cidade; vereador Mauro Pinheiro, diretor-presidente da EPTC, Marcelo Soletti; diretor da Procempa, Alexandre Horn; diretores do grupo Austral Brasil, produtora do eventos, Vinicius Garcia e Eduardo Corte Real. (PMPA)

loading...
Patrocínio