Bar serve fondue de coxinha em Porto Alegre
Connect with us

Famintas

Bar serve fondue de coxinha em Porto Alegre

A ‘coxinharia’ serve 30 sabores, doces e salgados, da iguaria típica brasileira

Publicado há

em

Foto: Mariana Carlesso | JC

Por Isadora Jacoby | GeraçãoE

Coxinha com massa de churros e recheio de doce de leite, massa de batata e recheio de cogumelos ou massa de arroz e recheio de gorgonzola e alho poró. Esses são alguns dos 30 sabores da Titia Avó Maria Coxinha, bar especializado em coxinhas inaugurado há dois meses no bairro Moinhos de Vento, em Porto Alegre. A marca, criada em Florianópolis, fez sua estreia em solo gaúcho.

Com nove lojas na capital catarinense, essa é a primeira franquia fora da cidade. O médico Ildo Meyer, 62 anos, conheceu o negócio casualmente durante suas férias. “Era carnaval e entrei em um bar para beber uma cerveja. Depois de uma cerveja, resolvi ver se tinha algo para comer. Pedi o cardápio e me impressionei por ser diferente, colorido. Pedi uma coxinha e me surpreendi por ter opções sem glúten e veganas. Pedi a segunda, a terceira, o negócio me interessou. Então, decidi trazer para Porto Alegre”, conta.

Notícia Relacionada:
Prefeitura de Porto Alegre estuda conceder Parque Harmonia para iniciativa privada

Os valores das unidades, que têm 90g, vão de R$ 8,50 a R$ 9,90. A casa aposta na iguaria como prato principal, por isso os quitutes levam em torno de 15 minutos para serem servidos. “O problema prático que temos enfrentado é mudar a cultura do gaúcho de que a coxinha tem que ser pronta. Aqui ela é frita na hora”, pondera Ildo. Para entreter a clientela durante o tempo de preparo, os consumidores são convidados a “preparar uma coxinha” na mesa: a casa deixa uma ilustração e giz de cera para que os clientes customizem o desenho de uma coxinha. As melhores de cada mês ganham uma cortesia no bar.

Notícia Relacionada:
Prefeito dá sinal verde para empreendimento de R$57 mi da Nexteer em Porto Alegre

Ildo conta que o principal movimento nos seus dois primeiros meses de funcionamento foi de clientes veganos ou com restrições alimentares, como intolerantes à glúten e lactose. “Porto Alegre tem casas veganas ou não veganas. Mas, aqui, se quiser comer uma coxinha de churrasco, bacon, tu podes comer, mas se quiseres a vegana também tem”, explica.

Um dos destaques do cardápio é o fondue de coxinha, servido com uma porção de queijo derretido e outra de chocolate, acompanhado de uma mini porção de coxinhas doces e outra salgada. Além disso, o prato é servido com uma porção de batatas fritas no formato de coxinha – as ‘bataxinhas’, conforme o cardápio. Custa R$ 79,90 e serve de duas a três pessoas.

Notícia Relacionada:
A 65ª Feira do Livro de Porto Alegre será lançada na próxima semana

Operando com cinco funcionários, o bar funciona de terça-feira a domingo, das 15h às 22h30min, e oferece rodada dupla de chope todos os dias. Embora tenha opções assadas e também low carb, Ildo conta que a preferência ainda é pelo tradicional sabor frango frito. “Se pensa que agora as pessoas estão mais preocupadas com saúde, dieta, mas 85% das coxinhas que saem são fritas”, expõe. A Titia Avó Maria Coxinha funciona na rua Quintino Bocaiuva, nº 310.

loading...
Patrocínio