As obras da avenida Severo Dullius, na Zona Norte serão retomadas na semana que vem – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Trânsito

As obras da avenida Severo Dullius, na Zona Norte serão retomadas na semana que vem

Falta ainda ser executada a construção de duas pontes e o trecho que liga a Severo Dullius à rua Dona Alzira.

Publicado há

em

(Foto: Joel Vargas/Arquivo PMPA)

A retomada das obras do prolongamento da avenida Severo Dullius, na Zona Norte de Porto Alegre, ganhou um novo fôlego com a assinatura da ordem de reinício pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior. Um novo contrato permitirá, a partir da semana que vem, a execução de infraestrutura, pavimentação e obras especiais (pontes).

Com as etapas formais e legais cumpridas, a empresa tem sete dias para começar a ampliação de 1,9 quilômetro da via, que está 49% executada. Falta ainda ser executada a construção de duas pontes e o trecho que liga a Severo Dullius à rua Dona Alzira. O objetivo final é proporcionar a ligação com a avenida Sertório.

“É importante salientar, que na fase inicial haverá serviços como a remobilização do canteiro e a topografia, ressalta o secretário-adjunto de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Marcelo Gazen. Ainda segundo ele, esses serviços são fundamentais e indispensáveis no recomeço e têm estimativa de ocorrer até o início de julho, quando deve ocorrer maior movimentação no local da obra.

Para não correr o risco de perder recursos da ordem de R$ 41 milhões, o Executivo municipal firmou um aditivo com a empresa Procon, responsável pela obra (o documento foi publicado em edição-extra do Diário Oficial de Porto Alegre no dia 30 de maio). Antes, o instrumento jurídico foi autorizado pela PGM (Procuradoria-Geral do Município) e pela Caixa Econômica Federal.

“Essa obra apresentou problemas desde 2016, com rompimento de parte de uma estrutura, paralisação por parte da empresa e a falta de recursos financeiros”, relembrou o secretário-adjunto de Planejamento e Gestão, Daniel Rigon. “Conseguimos equacionar boa parte dos problemas para essa retomada.”

Despesas

O valor inicial da obra era de R$ 71,5 milhões e outros R$ 14,8 milhões foram para as desapropriações. A empresa responsável já recebeu R$ 57,9 milhões, incluindo os reajustes do período em que os trabalhos ficaram paralisados. O saldo de obras a serem executadas é de R$ 27,7 milhões, ao passo que outros R$ 12 milhões são previstos para aditivos.

Também haverá a contratação de serviços como iluminação pública e a colocação de gradis, estimada em R$ 9,9 milhões. O valor final estimado até o término dos trabalhos é de R$ 122,3 milhões. A previsão da prefeitura da capital gaúcha é de que a obra seja entregue em um prazo de 18 meses.

Histórico

O prolongamento da avenida Severo Dullius é composto de um lote único e teve o seu contrato assinado no início em 2013. Inicialmente, foi realizado um serviço de terraplanagem do trecho entre o Canal da Vila Dique até o encontro com a rua Sérgio Dieterich.

Ao mesmo tempo, foram iniciadas as obras do canal CTZ 999, que seriam mantidas em andamento até junho de 2016, quando os trabalhos nesse trecho foram suspensos, devido ao rompimento de um talude –  plano de terreno inclinado e de origem natural ou artificial, que limita e dá estabilidade a um aterro.

Os demais serviços, inclusive o prolongamento até a rua Dona Alzira, tiveram continuidade. Com o decorrer da obra e as pendências de pagamento, em março de 2017 a empresa “jogou a toalha” e pediu a paralisação dos serviços. (O Sul)

loading...
Patrocínio

Para você

Patrocínio
Patrocínio