As negociações para obras no entorno da Arena do Grêmio evoluíram – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Notícias

As negociações para obras no entorno da Arena do Grêmio evoluíram

Todos os projetos já foram aprovados pelo Município, todos projetos e obras já foram orçados

Publicado há

em

Foto: Luciano Lanes/PMPA

Uma audiência de conciliação foi realizada para resolver alguns entraves relacionados à realização de obras no entorno da Arena do Grêmio, no bairro Humaitá, zona norte de Porto Alegre. O encontro ocorreu na 10ª Vara da Fazenda Pública e contou com a presença de representantes da Karagounis.

A empresa, ligada à OAS, ofereceu como garantia principal uma área anexa à Arena, avaliada em R$ 32 milhões. Existia um impasse com relação a esse espaço envolvendo o Grêmio, pois a finalidade seria um estacionamento. No entanto, a questão teria sido superada.

A Karagounis oferece ainda como garantia um depósito antecipado em conta judicial em nome do Município de Porto Alegre no valor de R$ 1 milhão e a hipoteca de apartamentos do empreendimento Liberdade I, totalizando R$ 6 milhões para fins de desapropriações e reassentamentos. Essas condições ainda terão de ser submetidas ao Conselho da empresa.

O procurador-geral adjunto de Porto Alegre, Nelson Marisco, afirma que a audiência teve resultados muito positivos.
[in_article]
“Esse é um longo trabalho que começou no final de 2017. Todos os projetos já foram aprovados pelo Município, todos projetos e obras já foram orçados. Esta foi a primeira vez que o Ministério Público sentou na mesa e disse assim: ‘Vamos fazer o acordo, precisamos disso, disso e disso para que possamos fazer a minuta e encaminhar'”, explica. “Isso nunca tinha acontecido, agora aconteceu. É uma sinalização muito positiva”.

Na visão do procurador Nelson Marisco, já pode ser vislumbrado no horizonte o desfecho das negociações diante dos órgãos públicos.

“Existem algumas famílias que estão no leito viário da A.J. Renner que precisam sair. Eles queriam saber de que forma isso ia acontecer, os valores envolvidos, por exemplo. Questões procedimentais, práticas. As próprias garantias. Está muito próximo de encerrar essa conversa.”

Entre os encaminhamentos da audiência, está o estabelecimento de um prazo até 15 de abril para que questões operacionais e técnicas sejam supridas. Também existem questões jurídicas pendentes sobre a recuperação judicial da OAS, que é sócia minoritária da Karagounis. (Jônatha Bittencourt | Band)

Patrocínio

Desenvolvido por: