Alívio temporário: Grêmio vence e sai do Z4 – Porto Alegre 24 Horas
Connect with us

Grêmio

Alívio temporário: Grêmio vence e sai do Z4

A partida foi disputada no estádio Centenário, em Caxias do Sul, porque a Arena tricolor será palco da Copa América.

Publicado há

em

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA

O Grêmio ganhou do Fortaleza pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro neste sábado (8), e deu fim ao jejum de vitórias. Além, é claro, do mais importante: a equipe saiu do Z4. A partida foi disputada no estádio Centenário, em Caxias do Sul, porque a Arena tricolor será palco da Copa América.

Renato Portaluppi improvisou Leonardo Gomes na lateral esquerda, pois Bruno Cortez continua sendo desfalque, por lesão, e Juninho Capixaba está suspenso. Além disso, o técnico gremista decidiu começar o jogo com Diego Tardelli e Thaciano. Já Rogério Ceni tinha como baixas Edinho, Éderson e Wellington Paulista.

Nos primeiros minutos de partida o Fortaleza já chegava forte e, aos seis minutos, Paulo Victor conseguiu salvar. O contra-ataque da equipe cearense era rápido e acontecia mais pelos lados. A partir dos 10, o Grêmio começou a atacar mais, porém, com dificuldades na finalização. Jean Pyerre chegou a roubar a bola e servir Tardelli, mas, de fora da área, ele não conseguiu alcançar o gol.

O Grêmio voltou a atacar diversas vezes na segunda metade da etapa inicial. Mas quem brilhava era o goleiro do Fortaleza, Felipe Alves. Além das defesas, ele ainda aparecia bem com a bola nos pés. Quando o relógio marcava os 23 minutos, o árbitro Savio Pereira Sampaio teve que mostrar seu primeiro cartão: vermelho para o assistente de Rogério Ceni, Charles Hebert, que foi até a beira do campo reclamar de um lance.

O final do primeiro tempo foi marcado pelo ataque gremista e pela troca de passes do Fortaleza em sua área de defesa. Aos 30, substituição forçada para a equipe cearense, já que Roger Carvalho saiu machucado, sendo substituído por Nathan. o jogo seguiu truncado, com muitos ataques e contra-ataques, mas pouca eficiência nas finalizações. Assim, terminou em 0 a 0 a etapa inicial da partida.

Os times voltaram iguais para o segundo tempo. Mas, após duas defesas importantes de Paulo Victor, em chegadas do time visitante, Renato decidiu mexer: entrou Pepê, saiu Felipe Vizeu. Os técnicos queriam mudanças no ataque. Ceni também fez substituição, colocando André Luis no lugar de Kieza. Aos 20 minutos, Geromel assistou Felipe Alves. Em cruzamento de Alisson na cobrança de escanteio, o zagueiro gremista cabeceou certeiro, mas o goleiro do time cearense pegou.

Na sequência, entrou em campo o VAR. Após o árbitro dar cartão amarelo para Osvaldo, após falta em Léo Moura, Savio Pereira Sampaio foi chamado para revisar o lance e corrigiu sua decisão: vermelho para o jogador do Fortaleza. O colega de equipe, felipe, decidiu reclamar com a arbitragem e recebeu um amarelo.

O Grêmio estava criando mais e teve nova substituição, com a entrada de Andre no lugar de Thaciano. Porém, a bola não entrava. Após cruamento de Tardelli, Pepê furou o voleio e Léo Gomes tentou o chute, mas o goleiro pegou. Nova troca no time gaúcho: Patrick no lugar de Tardelli. No time cearense, saiu Marlon, entrou Gabriel Dias, ex-Inter.

Já no final da partida, a arbitragem voltou a distribuir cartões. Dessa vez, Alisson tomou amarelo, por falta. O relógio marcava 44 minutos e o Grêmio terminava mais uma partida sem vitória no Brasileirão. Foi quando Jean Pyerre entrou na área e deu o passe para Pepê, que enfrentou o goleiro na esquerda e mandou para o fundo da rede. Gol do Tricolor gaúcho. 1 a 0. O Fortaleza não conseguiu descontar nos seis de acréscimo e acabou no Centenário, com vitória gremista.

O próximo confronto do Grêmio é contra o Botafogo, na quarta-feira (12), às 19h15, no Engenhão, também pelo Campeonato Brasileiro. (O Sul)

loading...
Patrocínio

Para você

Patrocínio
Patrocínio