Afinal, Eduardo Bolsonaro pode entrar em um hospital armado? Confira!
Connect with us

Notícias

Afinal, Eduardo Bolsonaro pode entrar em um hospital armado? Confira!

No hospital, Jair Bolsonaro dispõe de uma ala privada, dedicada exclusivamente para ele, mas isso permite que alguém entre armado no local?

Publicado há

em

Imagem: Reprodução/Instagram

Armado com uma pistola Glock de cor preta na cintura, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) posou em uma foto ao lado do pai, o presidente Jair Bolsonaro (PSL), dentro de um quarto no hospital Vila Nova Star, em São Paulo

O presidente se recupera de uma cirurgia realizada no último domingo (8). No hospital, Jair Bolsonaro dispõe de uma ala privada, dedicada exclusivamente para ele, seus familiares e a equipe da Presidência. Mas isso permite que alguém —ainda mais o filho do presidente— entre armado no local?

Eduardo é escrivão licenciado da Polícia Federal e, por isso, pode portar armas legalmente. O deputado também é colecionador de armas e pratica o tiro esportivo. Ele e o irmão Carlos Bolsonaro são membros associados do Clube de Tiro .38, que fica na cidade de São José, na Grande Florianópolis.

Notícia Relacionada:
Grêmio tem duas dúvidas para o duelo contra o Athletico pela Copa do Brasil

Isabel Figueiredo, advogada e membro do conselho do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, afirma que Eduardo não cometeu nenhum crime ao entrar armado no hospital.

Pela lei, membros da Polícia Federal têm o direito de portar arma de fogo de propriedade particular ou fornecida pela corporação mesmo que estejam fora de serviço.

Patrocínio