3 mil toneladas de pés de maconha são destruídos pela Polícia Federal no Paraguai
Connect with us

Polícia

3 mil toneladas de pés de maconha são destruídos pela Polícia Federal no Paraguai

A apreensão foi feita em operação conjunta com a Secretaria Antidrogas do país vizinho.

Publicado há

em

Foto: Divulgação | Polícia Federal

Uma operação realizada pela Polícia Federal tem obtido resultados significativos no combate às plantações de maconha no Paraguai. A ação denominada Nova Aliança é realizada em parceria com a Secretaria Nacional Anti Drogas paraguaia e está na terceira fase. Somente neste ano, 3 mil toneladas da planta já foram destruídas no país vizinho. Os números são superiores a soma do que foi eliminado em 2017 e 2018.

Conforme Fábio Bueno, chefe da Divisão de Comunicação Social da PF, os resultados não foram tão significativos em anos anteriores porque as ações eram realizadas fora do período de plantio da maconha.

“A grande diferença agora é que se consegue fazer as fases correspondente as épocas das colheitas da maconha. Uma produção bem produtiva e de ponta ela pode ter de 4 a 6 colheitas em um ano, essa de Paraguai tem várias colheitas em um ano. Dessa vez a operação coincidiram com a épocas que havia mais maconha para ser destruída.”

Leia:
Dois homens são presos com 30 quilos de maconha no litoral gaúcho

Conforme a Polícia Federal, a estratégia de atacar a produção da droga, antes de que ela chegue ao mercado brasileiro, traz grande economia ao país. Isso porque milhões de reais deixam de ser gastos em repressão ao tráfico interno, prisões e processos judiciais.

No balanço dos últimos 10 anos, 2019 apresenta o terceiro melhor resultado, ficando atrás do ano de 2012, quando 4.500m da droga foram destruídas; e 2014, quando a Polícia Federal impediu o plantio de 3.400 toneladas de maconha no Paraguai. (Gilberto Echauri | Banda)

Patrocínio